Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/957
Título: A idade e a motivação no trabalho
Autor: Soares, Ana Lúcia Rocha
Data de Defesa: 2007
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O presente estudo tem como intuito averiguar se a idade é um critério de segmentação das motivações dos colaboradores, pretendendo-se em última instância saber o que motiva os colaboradores mais novos, de idade intermédia e mais velhos no trabalho. Para isso, recorreu-se a uma amostra de 416 colaboradores de várias organizações. Dos 416, 193 são do sexo masculino e 223 do sexo feminino, possuindo idades compreendidas entre os 20 e os 65 anos. À referida amostra foi aplicado o instrumento “Escala de motivação no trabalho” subdividido em duas partes: uma referente ao preenchimento de dados pessoais e do tipo de organização onde trabalham, para a caracterização da amostra e outra referente ao questionário de motivação propriamente dito, em que os colaboradores tinham vários factores de motivação no trabalho, tendo que os ordenar, tendo em conta a importância que lhes atribuíam para a sua motivação em termos laborais. Os resultados obtidos possibilitam-nos afirmar que a idade é um critério de segmentação das motivações dos colaboradores, portanto que os colaboradores mais novos, de idade intermédia e mais velhos não são motivados pelos mesmos factores. Salientamos assim que as diferenças encontradas através da comparação dos três grupos etários de colaboradores foram reveladas relativamente aos seguintes factores de motivação. Os colaboradores mais novos valorizam essencialmente para a sua motivação a existência de um bom ambiente de trabalho, boa remuneração, condições de trabalho, aprendizagem e formação, benefícios e prémios, em comparação com os demais. Os colaboradores de idade intermédia valorizam sobretudo no que se refere à sua motivação a existência de autonomia nas tarefas, utilidade do trabalho, aprendizagem e formação, em comparação com os demais. Os colaboradores mais velhos valorizam essencialmente em termos de motivação no trabalho a possibilidade de comunicação e partilha de informação e utilidade do trabalho, em comparação com outros grupos. É ainda de referir que as referidas faixas etárias foram integradas em coortes geracionais e fases do ciclo da carreira correspondentes, tendo em conta o ciclo de vida e de carreira dos colaboradores.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacional
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/957
Aparece nas colecções:PORG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM SOAR-AnaL1.pdf13,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.