Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/933
Título: Avaliação do impacto dos visitantes nos comportamentos de alguns teleósteos do Oceanário de Lisboa
Autor: Silva, Isabel Maria Sousa Lima Marques da
Orientador: Gonçalves, Emanuel João
Data de Defesa: 2003
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Com este estudo pretende-se averiguar a influência da presença de visitantes no comportamento dos peixes num aquário público. As observações foram realizadas no Oceanário de Lisboa (ODL), nos meses de Junho e Agosto de 2003. As observações decorreram em três tanques diferentes: a) no tanque Central; b) no tanque do habitat Índico; c) no tanque de Coral. Recorreu-se à observação do comportamento quer dos visitantes (número, flashs, e toques no acrílico), quer de um número previamente selecionado de espécies presentes na colecção nomeadamente: a) comportamentos reprodutivos e agonísticos de Pseudanthias squamipinnis; b) comportamentos de limpeza de Labroides dimidiatus; c) comportamentos locomotores de quatro peixes pelágicos do tanque central. O comportamento de toques no acrílico pelos visitantes não é frequente e a sua frequência não está relacionada com alterações significativas em nenhum dos comportamento observados nos peixes. Apenas duas espécies das cinco espécies estudadas apresentavam alterações comportamentais em resposta aos flashes. O tempo de limpeza e a frequência de limpeza do peixe limpador no tanque Central está correlacionado negativamente com o número de visitantes, mas somente em Agosto, quando o número de visitantes atinge o seu máximo. Os comportamentos de P. squamipinnis são afectados somente no tanque do habitat do Índico, no qual a espessura do acrílico é menor. A frequência dos comportamentos agonísticos desta espécie estão correlacionados positivamente com o número de visitantes. Das quatro espécies pelágicas escolhidas para estudar o comportamento locomotor somente duas foram afectadas pelo comportamento do público: o cobia, Rachycentrum canadum e os charuteiros, Seriola sp. O impacto dos visitantes no comportamento dos. peixes parece limitar-se ao mês de Agosto, quando o número de visitantes é máximo (7813 visitantes num dia). No entanto os resultados deste estudo devem ser encarados como preliminares uma vez que foi realizado com um número reduzido de espécies, em tanques com condições diferentes (e.g. espessura dos acrílicos) e a dimensão da amostra para cada espécie foi pequena. Apesar de tudo este trabalho levanta questões importantes para a gestão de aquários públicos, a educação das pessoas que visitam os aquários e para o estudo do bem-estar dos peixes ornamentais.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Etologia
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/933
Aparece nas colecções:PBIO - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM SILV-IM1.pdf3,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.