Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/875
Título: Bem-estar subjectivo, sentido interno de coerência e stress anxiedade e depressão nos gestores de cliente da Caixa Geral de Depósitos
Autor: Rosa, Cláudia Patrícia Diniz
Palavras-chave: Fenomenologia
Psicoterapia existencial
Bem-estar subjectivo
Stress
Ansiedade
Instrumentos
Gestão
Gestores
Phenomenology
Existential therapy
Subjective well-being
Stress
Anxiety
Instrument
Management
Managers
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Os Gestores de Clientes bancários são profissionais que têm como funções a captação, fidelização e acompanhamento de clientes. Para além das tarefas de gestão corrente, parte importante da sua actividade passa por aconselhar e informar os seus clientes sobre os produtos que melhor se adequam ao seu perfil e necessidades financeiras, o que exige um processo de análise prévia. Trata-se de uma função bastante exigente que implica uma actualização constante dos conhecimentos ao nível da oferta de produtos e das técnicas comerciais e um esforço contínuo para alcançar os objectivos ambiciosos que lhes são impostos. A razão deste estudo prende-se pelo interesse em se saber o impacto desta actividade sobre estes profissionais, tendo o presente trabalho como objectivo avaliar o Bem-Estar Subjectivo. Sentido de Coerência interno e Stress, Ansiedade e Depressão dos Gestores de Cliente Particulares da Caixa Geral de Depósitos. Para esse efeito foram utilizados quatro questionários que são o objecto do trabalho analítico com recurso a estatística univariada e multivariada. O protocolo de avaliação foi enviado a todos os Gestores de Cliente particulares, tendo-se obtido uma amostra de 428 observações. Os níveis de Bem-Estar Subjectivo e Sentido Interno de Coerência apurados foram bastante satisfatórios e os valores de Stress, Ansiedade e Depressão foram considerados baixos. Concluiu-se que as três variáveis analisadas não são influenciadas pelo sexo, idade, estado civil, escolaridade, Direcção Comercial a que pertence e composição do agregado familiar. Por outro lado, verificou-se que o tempo na função e o número de anos a trabalhar na Caixa Geral de Depósitos têm um efeito estatisticamente significativo. Pode-se concluir no âmbito do presente estudo que o Bem-Estar Subjectivo e o Sentido Interno de Coerência diminuem quanto maior é o número de anos a trabalhar na Caixa Geral de Depósitos e com o aumento de tempo a desempenhar a função. Inversamente o Stress e a Depressão parecem aumentar com o acumular dos anos e de tempo na função (correlação positiva). Os Gestores que apresentam um índice de Sentido Interno de Coerência elevado têm níveis de Stress, Ansiedade e Depressão mais baixos e vice-versa. De fornia semelhante, as associações do índice de Bem-Estar Subjectivo com os índices de Stress. Ansiedade e Depressão são também negativas. Parte dos resultados alcançados permitem retirar algumas conclusões que apontam numa direcção diferente da literatura apresentada. Deste modo, este estudo acaba por levantar algumas questões que poderão servir de base a estudos futuros nesta área de pesquisa.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Relação de Ajuda
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/875
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM ROSA-C1.pdf9,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.