Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/871
Título: Qualidade de vida em mulheres com artrite reumatóide
Autor: Rolo, Ana Isabel
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Data de Defesa: 1998
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Este trabalho de dissertação enquadra-se na área da Psicologia da Saúde e consiste num estudo exploratório que procura investigar a Qualidade de Vida na Artrite Reumatóide. Assim, foi realizada uma extensa revisão bibliográfica, na primeira parte do trabalho, cujo conteúdo fundamenta e orienta as opções tomadas quanto à escolha do tema do trabalho de campo e respectiva metodologia. Foram descritas as mais importantes características definidoras quer da Qualidade de Vida, quer da Artrite Reumatóide. A amostra que foi objecto deste estudo foi constuída por 60 mulheres, 30 com Artrite Reumatóide e 30 sem Areite Reumatóide e sem outra doença crónica, situadas numa faixa etária entre os 25 e os 65 anos de idade. Esta, foi avaliada através da aplicação dos Questionários de Qualidade de Vida (F-84 e 36-Item Short Health Survey), pretendendo-se, deste modo, caracterizar a Qualidade de Vida em mulheres com Artrite Reumatóide, identificar variáveis que influenciam a Qualidade de Vida, e comparar a Qualidade de Vida de mulheres com Artrite Reumatóide com a de mulheres sem doença crónica. Este estudo utilizou tanto o método descritivo para descrever a Qualidade de Vida nas mulheres com Artrite Reumatóide, conhecendo e analisando as variáveis da Qualidade de Vida afectadas por esta doença, como o método comparativo de forma a comparar a Qualidade de Vida entre as mulheres com Artrite Reumatóide e mulheres sem doença crónica. Através da análise estatística dos resultados, concluímos que por um lado, a Qualidade de Vida nas mulheres com Artrite Reumatóide é média baixa, apresentando baixos valores nas variáveis como Saúde Geral, Funcionamento Físico, Papel Físico, Dor Física e Vitalidade, e que por outro lado, existem diferenças significativas entre as mulheres com Artrite Reumatóide e as mulheres sem doença crónica, no que diz respeito à Qualidade de Vida. No geral, verifica-se que avaliação da Qualidade de Vida efectuada pelas mulheres com Artrite Reumatóide é mais baixa do que a avaliação nas mulheres sem doença crónica, o que está de acordo com a hipótese geral formulada neste estudo.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/871
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM ROLO-A1.pdf13,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.