Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/854
Título: Educação ambiental, envolvimento familiar e mudança de comportamento
Autor: Ribeiro, Susana Isabel Rocha
Palavras-chave: Psicologia educacional
Educação ambiental
Família
Professores
Aprendizagem
Atitudes ambientais
Instrumentos
Educational psychology
Environmental education
Teachers
Family
Learning
Environmental attitudes
Instruments
Data de Defesa: 2006
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: A área da educação ambiental (EA) é essencial nos dias de hoje, em que cada vez mais se assiste à degradação e depleção dos recursos naturais, urna vez que procura dotar os cidadãos de conhecimentos e comportamentos ambientalmente correctos, recorrendo para isso a estratégias potenciadoras dessas mesmas mudanças. Neste estudo procurou-se, através de um projecto de educação ambiental, fomentar a mudança de comportamentos relativamente ao uso eficiente do recurso natural água em alunos do 3o e 4o anos do l°Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Santarém, durante o ano lectivo 2003/2004. No sentido de potenciar essas mudanças de comportamentos, fomentou-se a participação da família, através da apresentação de duas formas de participação dos encarregados de educação, uma através da realização de actividades de acompanhamento pontual do projecto, executadas em casa, e a outra pela participação numa campanha internacional de limpeza dos cursos de água intitulada Clean Up the Med. O instrumento de avaliação de comportamentos aplicado neste estudo baseou-se na adaptação de um inquérito sobre o impacte das atitudes e dos valores na determinação do comportamento de alunos do ensino superior, realizado por Dillon e Gayford (1997), na Universidade de Reading, no Reino Unido, que por sua vez tinha como base de construção o Modelo do Comportamento Planeado de Ajzen. Este instrumento de avaliação de comportamentos era constituído por um Inquérito sobre a água e uma Tabela de utilização da água. Além deste instrumento foi ainda aplicado um Inquérito preliminar a todos os encarregados de educação, cujos filhos participavam no projecto, com o objectivo de perceber se estes estariam interessados numa maior participação no projecto de educação ambiental. Após análise dos resultados do Inquérito sobre a água verificou-se não haver diferenças significativas entre os alunos que não participaram no projecto {Grupo Controlo), os alunos envolvidos no projecto {Grupo Experimental) e os alunos que além de estarem envolvidos no projecto tinham participação da família {Grupo Experimental com Envolvimento Familiar). No entanto, verifica-se uma tendência para a adopção de comportamentos de utilização racional de água à medida que aumenta o nível de envolvimento dos alunos no projecto de EA. No sentido de perceber qual o factor do Modelo do Comportamento Planeado que mais influencia a Intenção comportamental (variável dependente), foi realizada uma Regressão linear-Stepwise aos dados do Inquérito sobre a água e verificou-se que o factor Atitude era o único que apresentava uma influência muito significativa na Intenção comportamental Quando analisadas as afirmações da Tabela de utilização da água, não se verificaram diferenças estatisticamente significativas apesar de se notar uma tendência para a aquisição de comportamentos de utilização racional da água à medida que se passa do Grupo Controlo para o Grupo Experimental com Envolvimento Familiar. No entanto, a análise da questão aberta deste instrumento indica que os alunos do Grupo Experimental apresentam mais comportamentos de utilização racional da água, sendo o Grupo Controlo o que apresenta menos comportamentos relativos ao uso racional da água. Verifica-se ainda que o Grupo Controlo apresenta mais comportamentos gerais de utilização racional da água, enquanto que os alunos dos Grupos Experimentais referem comportamentos de utilização de água mais específicos, dentro e fora de casa. Os testes estatísticos confirmam a tendência identificada pela análise descritiva, revelando diferenças significativas (p=0,012) em relação à categoria da Higiene pessoal entre alunos do Grupo Controlo e alunos do Grupo Experimental com Envolvimento, sendo este último o grupo que indica a realização de mais comportamentos, de utilização racional da água, relacionados com esta categoria Também se verificaram diferenças, apesar de pouco significativas, na mesma categoria, entre o Grupo Controlo e os Grupos Experimentais e entre este e o Grupo Experimental com Envolvimento Familiar. Os resultados da questão aberta da Tabela de utilização da água indicam que o envolvimento dos alunos em projectos de EA e a participação da família potenciam a adopção de comportamentos correctos em relação à utilização da água na higiene pessoal dos alunos, confirmando assim parcialmente as hipóteses levantadas neste estudo. No que se refere à diversidade de comportamentos, a análise descritiva, revela que na categoria Limpeza de casa a maior diversidade de comportamentos se refere aos alunos do Grupo Experimental com Envolvimento Familiar. No entanto, no geral das 4 categorias, o Grupo Controlo é o que apresenta uma maior percentagem de comportamentos diferentes. Para concluir, considero que o instrumento de estudo deveria fazer referência a comportamentos mais específicos sobre a utilização do recurso natural água. Deveria ainda ser considerada a introdução de mais questões abertas no instrumento de avaliação, assim como o recurso a outros métodos qualitativos. Outro aspecto importante é a avaliação de comportamentos que já se tornaram hábitos, como acontece com muitos dos comportamentos relacionados com a utilização de água. Este tipo de comportamentos habituais não implica processos deliberativos que é um dos requisitos no Modelo do Comportamento Planeado. Deve ainda ser considerada a continuidade dos projectos de educação ambiental, assim como um maior envolvimento dos professores no processo de construção dos projectos e uma maior participação da comunidade educativa no seu desenvolvimento.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/854
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM RIBE-SI1.pdf6,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.