Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/848
Título: Os efeitos da idade no sono, estado de alerta e sonolência e fadiga crónica em agentes da polícia de segurança pública na região de Lisboa
Autor: Reis, Rui Miguel Gomes António
Palavras-chave: Psicologia da saúde
Ritmos biológicos
Sono
Condições de trabalho
Instrumentos
Trabalho por turnos
Agentes da polícia
Health psychology
Biological rhythms
Sleep
Working conditions
Workday shifts
Police personnel
Data de Defesa: 2004
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: A presente investigação pretende averiguar se a idade dos agentes da P.S.P. que trabalham por turnos têm repercussão na qualidade / quantidade do seu sono e do estado de alerta e sonolência Participaram no estudo 120 Agentes da Policia de Segurança Pública da região de Lisboa. Recorreu-se à utilização dos Questionários de Sono e Fadiga; de Dados Individuais; e a Escala de alerta e sonolência do Standard Shiftwork Index (SSI) - na versão portuguesa (EPTT). Os agentes da P.S.P. do tipo diurno que se apresentam mais sonolentos durante o turno da noite, necessitam de dormir mais horas entre turnos da noite seguidos, dias de folga seguidos, e entre situações de turno de rotação rápida. Estes participantes não são flexíveis em adormecer em horas ou locais pouco usuais (ex. durante o dia). Possuindo um sono de pior qualidade entre turnos da noite, sentem-se menos repousados e com mais dificuldades em adormecer entre turnos da noite seguidos e a apresentam níveis mais elevados de fadiga crónica Observou-se que são os agentes com mais idade que possuem um maior controlo sob o seu ritmo de trabalho, que dormem menos horas entre turnos da tarde seguidos, entre turnos de rotação rápida, antes do 1o turno da noite e entre dias de folga seguidos. Verificou-se também que são os participantes mais velhos que referem dormir menos horas de sono independentemente do turno de trabalho em que estão. Efectivamente são os agentes da P.S.P. com mais idade que necessitam de dormir mais horas entre turnos da noite seguidos; que acordam mais vezes precocemente e têm mais dificuldades em adormecer entre turnos da tarde seguidos.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/848
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM REIS-R1.pdf6,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.