Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/824
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorAragão, Ruipor
dc.contributor.authorPral, Catarina-
dc.date.accessioned2011-08-19T09:53:16Z-
dc.date.available2011-08-19T09:53:16Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.12/824-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Psicologia Legalpor
dc.description.abstractO presente trabalho procura Identificar as variáveis familiares e ambientais associadas ao fenómeno da delinquência juvenil. Nesta investigação participaram 132 sujeitos, 60 do sexo feminino e 72 do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 13 e os 19 anos de idade. Desta amostra, 42 sujeitos eram adolescentes delinquentes, a cumprirem Medidas Tutelares de Acompanhamento Educativo ou de Internamento em Centro Educativo e 90 eram não delinquentes. No presente estudo foram utilizados três instrumentos de medida psicológica; Escala Instrumental e Expressiva de Suporte Social (Lin, 1986; Versão Portuguesa de R.Paixão & R. Oliveira, 1996); Escala de Risco Suicidário de J. Stork (Stork, 1977); Questionário Psicossocial (Matos, 1991). Os instrumentos forma aplicados a ambas as sub-amostras de sujeitos, tendo-se procedido à comparação de resultados: Verificou-se a existência de diferenças significativas entre as duas sub-amostras em estudo (t(130)=3,781: p< 0,05), na pontuação total obtida na escala de Risco Suicidário de Stork, obtendo o grupo de adolescentes delinquentes uma média de 68,95, o que corresponde ao estádio intermédio ou duvidoso estabelecido pelo escalão de risco desta escala e o grupo de adolescentes não delinquentes uma média de 52,17, o que corresponde ao escalão de risco-estado normal. Os adolescentes não delinquentes têm mais apoio emocional que os adolescentes delinquentes (t(130)=-3,065; p<0.05), verificando-se também uma correlação significativa entre as variáveis suporte social emociona! e risco (r=-0,337, p=0,029). No que respeita aos factores psicossociais também se verificaram diferenças entre os dois grupos em estudo, nomeadamente relativamente aos Factores de Instabilidade (Fi) (x2=9,595, df=1, p=0.0002); pai ou mãe falecidos ou a viver no estrangeiro (Pfe) (x2 =4,470, df=1, p=0.0034); Fratria Numerosa (Fn) (x2=15,986, df=1, p=0.0001); Sistema Relacional Agressivo (Sra) (x2=12,307, df=1, p=0.0001); Vertente Agida (Va) (x2=97,835, df=1, p=0.0001) e Insucessos Escolares (le) (x2=46,816, df=1, p=0.0001). Através do resumo da análise descriminante passo-a-passo, verificou-se que as variáveis que discriminaram significativamente o grupo de adolescentes delinquentes do grupo de não delinquentes por ordem de importância foram: vertente agida; insucesso escolar; factores de instabilidade; suporte social-factor prático; suporte social-total, apresentando um Lambda de Wilks de 0,235 (x(5)2=129,430, p<0,001). O presente estudo, tal como as abordagens psicológicas e as abordagens sociológicas sobre a delinquência juvenil, pretende confirmar a correlação entre o funcionamento da matriz familiar e o envolvimento psicossocial do indivíduo com o aparecimento de comportamentos desviantes durante a adolescência. Neste contexto, o estudo do problema parece não estar esgotado, pelo que, cada vez mais, se justifica a investigação nesta área.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherInstituto Superior de Psicologia Aplicadapor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectPsicologia legalpor
dc.subjectDelinquência juvenilpor
dc.subjectSuporte socialpor
dc.subjectRiscopor
dc.subjectSuicídiopor
dc.subjectInstrumentospor
dc.subjectFactores psicossociaispor
dc.subjectLegal psychologypor
dc.subjectJuvenil delinquencypor
dc.subjectSocial supportpor
dc.subjectRiskpor
dc.subjectSuicidepor
dc.subjectInstrumentspor
dc.subjectPsychosocial factorspor
dc.titleOportunidade e risco: Suporte social e factores psicossociais associados ao fenómeno da delinquência juvenilpor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationLisboapor
Aparece nas colecções:PLEG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM PRAL1.pdf5,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.