Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/821
Título: Qualidade de vida e adesão aos tratamentos farmacológicos em indivíduos com hipertensão arterial essencial
Autor: Porta-Nova, Rui Manuel Marques do Monte
Orientador: Ribeiro, José Luís Pais
Data de Defesa: 2000
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O objectivo do presente estudo é a avaliação da relação entre Qualidade de Vida (QDV), Adesão aos Tratamentos Farmacológicos (AT) e a Pressão Arterial (PA), em indivíduos com Hipertensão Arterial Essencial, medicados com anti-hipertensores, seguidos no Hospital Garcia de Orta e no Instituto de Cardiologia Preventiva de Almada. A investigação incidiu sobre uma amostra de 90 indivíduos, com idade média de 44,43 anos, variando entre os 20 e os 64 anos de idade, sendo 66,7% do sexo feminino. Utilizou-se o questionário de QDV SF-36 e o questionário de Morisky-Green, versão adaptada para este estudo (alfa de Cronbach = 0,63), para avaliar a AT. Verificou-se uma correlação significativa modesta entre QDV (dimensão Saúde Geral) e AT (r(90) = -0,22, p<0,05), sugerindo que melhores níveis de Saúde Geral se associam a menor AT. As correlações entre a QDV e PA, mostram-se modestas entre a dimensão Saúde Mental e PA Sistólica (r(90) = -0,24,p<0,05); e entre as dimensões Papel Físico (r(90) = -0,23, p<0,05), Vitalidade (r(90) = -0,21, p<0,05) e Saúde Mental (r(90) = -0,22, p<0,05) e PA Diastólica, permitindo associar valores mais baixos de PA, com melhores níveis de percepção individual nas dimensões indicadas. A correlação entre AT e PA Sistólica, mostrou-se significativa, mas modesta, (r(90) = 0,21, p<0,05), verificando-se que os valores mais elevados de PA Sistólica se encontram associados a maiores níveis de AT. Esta investigação deverá ser complementada através de estudos que possibilitem uma abordagem aos aspectos específicos da QDV na Hipertensão e também aos processos que podem influenciar a AT, nomeadamente, níveis de conhecimento e percepções individuais sobre a saúde e a doença e, a comunicação entre os profissionais de saúde e o doente hipertenso.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/821
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM PORT1.pdf3,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.