Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/732
Título: Relações entre a psicologia e o direito: Análise de processos de adolescentes institucionalizados vítimas de maus-tratos
Autor: Nobre, Liliana Margarida Rações
Palavras-chave: Psicologia legal
Adolescentes
Direito
Factores de risco
Escolas institucionalizadas
Abuso físico
Legal psychology
Adolescents
Law
Risk factors
Institutional schools
Physical abuse
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Com este estudo pretende-se percepcionar as relações existentes entre a psicologia e o direito tendo por base a análise de processos de adolescentes institucionalizadas vítimas de maus-tratos. O facto de trabalhar neste tipo de instituições fez com que o interesse aumentasse sobre a forma como os vários discursos, as várias práticas e os diversos intervenientes podem influenciar a vida da criança/jovem acolhida, bem como a decisão proferida pelos magistrados. Este estudo pretende, pois, perceber como os técnicos observam e avaliam as crianças/jovens que são acolhidas em situação de Emergência e como os magistrados utilizam a informação fornecida pelos técnicos. Para tal foi recorreu-se ao arquivo morto de um Centro de Acolhimento Temporário/Emergência e pesquisou-se, de forma meticulosa, os vários documentos que compõem os processos. Identificaram-se 94 processos, tendo ficado 36 processos no corpus do estudo. Os 36 processos subdividiram-se em dois grupos distintos, consoante tivessem ou não informação acerca da criança/jovem aquando da institucionalização. Da análise do corpus percebeu-se que cada processo é constituído por vários documentos provenientes de diversas entidades que fazem parte da gestão do processo da criança/jovem institucionalizada. Considerando a variedade de entidades (e respectivos discursos) que intervêm em cada processo procurou-se destacar qual o discurso típico que é feito a propósito das crianças/jovens que são acolhidas neste tipo de instituição, recorrendo, para isso, à análise de conteúdo dos diversos documentos. Os resultados obtidos permitem perceber que existem diferentes práticas discursivas consoante as entidades envolvidas no processo.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Legal
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/732
Aparece nas colecções:PLEG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM NOBR1.pdf5,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.