Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/676
Título: Efeitos de uma acção de formação em liderança situacional
Autor: Matos, José Pedro Martins de
Orientador: Jesuíno, Jorge Correia
Palavras-chave: Comportamento organizacional
Liderança
Formação
Mudança organizacional
Instrumentos
Organizational behaviour
Leadership
Training
Organizational change
Instruments
Data de Defesa: 1998
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Na origem do presente trabalho, está uma preocupação actual do mundo empresarial, que se prende com as competências de liderança dos gestores de topo das empresas que operam em Portugal. Neste estudo, pretende-se avaliar, uma das formas de melhorar essas competências através de um instrumento prático, neste caso o escolhido, foi os efeitos de uma acção de formação em liderança. Procurou-se neste estudo, evidenciar as evoluções registadas nas percepções de estilo de liderança adoptado pelos quadros de topo de uma empresa que foram sujeitos a uma acção de formação em liderança, comparando a autopercepção de cada gestor com a dos seus colaboradores directos. Este estudo situa-se no âmbito da investigação em Psicologia Organizacional e o modelo psicológico de referência é de Ken Blanchard, Liderança Situacional II. Em Portugal, o tema da liderança, tem sido objecto de estudo por parte de alguns cientistas sociais, como Luís Reto, Albino Lopes, Correia Jesuíno e Gouveia Pereira entre outros, que muito têm contribuído para a compreensão de tão importante factor estratégico das nossas organizações. Este estudo é desenvolvido em quatro partes: Na primeira parte, são abordados de forma sumária os trabalhos sobre os temas da Liderança, o enquadramento e explicação do modelo seleccionado para este estudo, o da Liderança Situacional II. Na segunda parte é descrita a amostra. Incluem-se nela os dados sobre os responsáveis e respectivos colaboradores directos da empresa em análise. São também referidos, os instrumentos, os métodos de pesquisa e o processo de condução deste estudo. Na terceira parte, são apresentadas as acções realizadas, os resultados da análise feita antes da acção de formação, à percepção individual de cada líder sobre a flexibilidade e eficácia do seu estilo de liderança e da avaliação dos seus colaboradores sobre o líder, bem como os resultados dos mesmos diagnósticos passados seis meses da acção, como forma de evidenciar a evolução registada. Finalmente, na última parte, são discutidos os resultados obtidos, bem como as principais conclusões extraídas deste estudo, onde são dadas algumas sugestões para que, em processos de mudança, corno é este caso, possam reflectir sobre algumas variáveis e acções práticas a implementar, para, de uma forma sustentada, aumentar as competências de liderança da gestão de topo de uma empresa.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacional
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/676
Aparece nas colecções:PORG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM MATO-J1.pdf5,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.