Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/628
Título: Variação intra-individual do canto do serino (Serinus Serinus)
Autor: Mamede, Ana Teresa
Orientador: Gama, Paulo
Palavras-chave: Comportamento animal
Pássaros
Comunicação
Percepção
Animal behaviour
Birds
Communication
Perception
Data de Defesa: 2003
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Uma das principais funções do canto das aves está relacionada com a reprodução (Searcy & Anderson, 1986; McGregor, 1991; Catchpole e Slater, 1995). Existe uma grande diversidade na forma de aprendizagem do canto, nomeadamente na duração desse período. No entanto, podemos categorizar essa variabilidade em duas situações extremas: (1) "age-limited learners" - aves cuja aprendizagem se efectua durante os primeiros meses de vida (Marler e Peters, 1998; Slater et al., 1993); (2) "open-ended learners" — aves que modificam o canto depois da fase juvenil (Nottebohm e Nottebohm, 1978; Een et al, 1992). O principal objectivo deste estudo, foi determinar a existência de variações na estrutura do canto, ao longo do tempo, em machos de serino adultos. Uma reformulação posterior dos objectivos, levou-nos a tentar determinar a relação entre a complexidade do canto e a qualidade dos machos. Os resultados basearam-se na análise de gravações de serinos selvagens, numa zona predominantemente agrícola, durante as épocas reprodutivas de 2002 e 2003. As canções foram digitalizadas e analisadas com o programa AvisoftSALab. A comparação do canto nas duas épocas reprodutivas revelou o aparecimento de pequenas alterações. Da análise dos espectrogramas verificou-se existirem diferenças estruturais entre o canto de 2002 e 2003, quer pelo aparecimento de novos elementos, quer pela fusão de elementos já existentes. Verificou-se também o desaparecimento de alguma sílabas e/ou pequenas sequências. A variação foi contudo limitada, mantendo as canções grande parte da sua estrutura base. A análise das variáveis do canto revela uma correlação positiva entre o tamanho do tarso, a taxa de canto e o número médio de sílabas, indicando que a capacidade vocal depende parcialmente da qualidade dos machos.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Etologia
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/628
Aparece nas colecções:PBIO - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM MAME1.pdf2,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.