Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/5717
Título: Níveis de análise da ancoragem das representações sociais da inteligência e do seu desenvolvimento: Das posições sociais objectivas às identidades sociais
Autor: Amaral, Virgílio Ribeiro
Palavras-chave: Representações sociais
Ancoragem
Identidades sociais
Social representations
Anchorage
Social identities
Data: 1997
Editora: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 15 (2), 305-317
Resumo: Esta investigação procura responder a duas questões relevantes no campo das produções empiricas sobre as relações entre representações sociais da inteligência e do seu desenvolvimento e identidades sociais. A primeira diz respeito aos diferentes niveis de ancoragem das representações sociais: em inserções socioeducativas objectivas que são tomadas na literatura como identidades sociais (e.g. Snellman e Raty, 1995), e nas identidades sociais operacionalizadas em termos de autocategorização e identificação a categorias relevantes. O segundo problema diz respeito ao poder preditivo daquelas insersões sociais objectivas e das identidades sociais relativamente às respostas representacionais. Tomando como variáveis independentes a profissão (professores versus não professores) e o estatuto de maternidade (mães versus não mães) analisa-se o nível de ancoragem sociológico. Analisa-se a ancoragem psico-sociológica através da introdução de medidas de autocategorização e identificação às categorias «Mãe» e «Professor». Os resultados mostram diferenças entre os dois níveis de ancoragem. Para responder ao segundo problema procedeu-se a uma análise de regressão múltipla, e os resultados mostram que esteriótipos e autocategorizações explicam mais variância do que as inserções objectivas no espaço socio-educativo.
This research try to answer to two relevant problems in the field of the empirical productions about the relationships between social representations of intelligence an development and social identities. The first problem concerns to different levels of the social representations anchorage: on socio-educational objective insertions, which are very common taken as social identities (Snelmman and Raty, 1995, for example), and on social identities operationalized in terms of selfcategorization and identification to relevant categories. The second problem concerns to the predictive level of the refereed objective social insertions and social identities in what concerns to the representational answers. Taking the profession (teachers versus non teachers) and the motherhood status (mothers versus non mothers) as independent variables, we analyse the sociological anchorage level. We analyse the psicosociological anchorage proceeding by the selfcategorization and identification measures to the categories «Teacher » and «Mother». Results shows differences between the two levels of anchorage. To answer to the second problem , we conduct a multiple regression analysis and the results shows that the stereotypes and selfcategorizations explain more variance of the representational answers than the objective insertions in socio-educational space.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/5717
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PSOC - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1997_2_305.pdf80,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.