Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/5572
Título: Emoções face à matemática e progressão na escolaridade: Estudo longitudinal com alunos do 5º e 7º anos de escolaridade
Autor: Mata, Maria de Lourdes Estorninho Neves
Peixoto, Francisco José Brito
Monteiro, Vera
Sanches, Cristina
Palavras-chave: Emoções
Matemática
Escolaridade
Emotions
Math
Schooling
Data: 2017
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Citação: Análise Psicológica, 10(2), 125-144. Doi:10.14417/ap.1227
Resumo: À medida que os alunos progridem na escolaridade enfrentam novos desafios que poderão ter influência nas emoções vivenciadas em contexto educativo. Para uma melhor compreensão desta problemática desenvolvemos um estudo longitudinal com o objetivo de estudar as emoções de alunos do 5º e 7º anos, face às aulas e testes de matemática, com a sua progressão na escolaridade. Em paralelo analisámos se o género e o desempenho a matemática introduziam alguma especificidade nas emoções vivenciadas. Participaram neste estudo 1266 alunos, que foram seguidos durante 3 anos e que no ano do início da recolha de dados 674 (53.2%) estavam no 5º ano e 592 (46.8%) no 7º ano de escolaridade. Os alunos responderam, uma vez por ano, a um questionário sobre as emoções que sentiam nas aulas e testes de matemática (aborrecimento, desânimo, zanga, ansiedade, prazer, orgulho, alívio). Os resultados apontam para um decréscimo global das emoções positivas e um aumento das emoções negativas. Contudo, mostram também que a ansiedade, a zanga e o alívio evidenciam um padrão diferente comparativamente às outras emoções com as mesmas valências. O desempenho e o grupo (5º/7º) também mostraram ser variáveis importantes para a compreensão das emoções com a progressão na escolaridade.
As students progress in schooling they face new challenges which can impact on the emotions they feel in the educational context. To gain a better understanding of this process, a longitudinal research was developed to study Math emotions, perceived by students from 5th and 7th grades, as they progress through schooling. In addition gender and math performance effects were tested to see if any specificity on experienced emotions was introduced. Participants taking part were 1266 students, followed for 3 years. In the beginning of data collection, 674 (53,2%) of these were 5th graders and 592 (46,8%) were 7th graders. Students responded, once a year, in a questionnaire on the emotions they felt in relation to math classes and tests (boredom, hopelessness, anger, anxiety, enjoyment, proud, relief). The results showed a global decrease of positive emotions and an increase of negative emotions. However, emotions like anxiety, anger and relief, displayed a different pattern to those with the same valence. Academic Math performance and the group (5th/7th grade) were also identified as important variables to the understanding of students emotions through schooling.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/5572
DOI: 10.14417/ap.1227
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:CIE-ISPA - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP, 2017_35 (2)_125-144.pdf427,51 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.