Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/5387
Título: Impacts of CO2-Induced Ocean Acidification on predator detection ability and developementof temperate fish
Autor: Martins, Sara Isabel Gonçalves
Orientador: Faria, Ana Margarida
Palavras-chave: Lepadogaster lepadogaster
Atherina presbyter
Acidificação
Desenvolvimento larvar
Comportamento larvar
Ocean acidification
Larval development
Larval behavior
Data de Defesa: 8-Fev-2017
Resumo: A acidificação do oceano, causada por níveis elevados de dióxido de carbono (CO2) atmosférico, é reconhecida como uma ameaça aos ecossistemas marinhos. A maioria dos estudos tem-se centrado nos organismos de calcificação marinha, devido à dependência de carbonato de cálcio, que poderá ficar limitado no futuro. Menos atenção tem sido dada aos peixes, mas estudos recentes sobre os estados larvares sugerem que o comportamento, crescimento, desenvolvimento e mesmo a dimensão de estrutura como otólitos podem ser afetados com o aumento dos níveis de CO2. Contudo, outros estudos não conseguem detectar efeitos negativos, sugerindo vulnerabilidades variáveis entre espécies. Neste estudo foram testados os efeitos da acidificação no período larvar de Lepadogaster lepadogaster, uma espécie de peixe marinho temperado. Foram incubados ovos e desenvolvidas as larvas em cativeiro e em condições de controlo e de pCO2 elevado. As alterações morfométricas e o tamanho de otólitos foram examinados em larvas em préassentamento. Foi ainda testada a resposta comportamental a um odor de predador em larvas de L. lepadogaster e de Atherina presbyter, mantidas em condições de pCO2 elevado. A capacidade de reconhecer odores de predadores por ser uma resposta chave para a sobrevivência, sendo reconhecido em diversos estudos como um dos mais afetados em peixes expostos a altos níveis de CO2. Os resultados sugerem que as fases larvares de L. lepadogaster podem ser mais resilientes a cenários de acidificação, enquanto A. presbyter parece ser mais suscetível, com potenciais efeitos na sua sobrevivência. Estudos futuros deverão abordar a capacidade de diferentes espécies se adaptarem às condições de acidificação previstas até final deste século.
Ocean acidification, caused by elevated levels of atmospheric carbon dioxide (CO2), is recognized as a serious threat to marine ecosystems. Until now, most studies have focused on marine calcifying organisms, due to dependence on calcium carbonate, which is likely to become limited under future acidification scenarios. Less attention has been given to fish, but recent studies on the early life stages suggest that behavior, growth, development and otolith size may be highly affected by increasing CO2 levels. Other studies, on the other hand, fail to detect negative effects, suggesting species-specific vulnerabilities to increasing concentrations of CO2 and point to a need of further research. Here we tested the effects of CO2-induced ocean acidification on the early life stages of a temperate marine fish, the clingfish Lepadogaster lepadogaster, by rearing larvae since hatching in control and high pCO2 conditions. Size-at-age metrics and otolith size were examined in pre-settlement stage larvae. Additionally, behavioral response to a predator odour was tested in L. lepadogaster larvae and in Atherina presbyter larvae, maintained in high pCO2 conditions. Recognition of predator odours is a key behavior for predator avoidance and survival, and is one of the most commonly affected behaviors in fishes exposed to high CO2 levels. Results suggest that early life stages of L. lepadogaster might be resilient to future scenarios of ocean acidification, whereas A. presbyter might be more susceptible, with potential impacts on its future survival. Future studies should address species capacity to adapt to the predicted ocean acidification over the next century.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada no ISPA – Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida para obtenção de grau de Mestre na especialidade de Biologia Marinha e Conservação
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/5387
Designação: Mestrado em Biologia Marinha e Conservação
Aparece nas colecções:BMAR - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
21806.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.