Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/510
Título: Organização social de pré-adolescentes em contexto escolar
Autor: Fernandes, Maria de Jesus Silva
Orientador: Santos, António José
Palavras-chave: Etologia
Desenvolvimento social
Sociometria
Relações entre pares
Grupos
Pré-adolescentes
Etology
Social development
Sociometry
Peers relations
Groups
Preadolescents
Data de Defesa: 2001
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Nas últimas décadas a investigação tem enfatizado a importância da relação de pares na socialização das crianças e adolescentes. Os anos de escolaridade representam uma mudança drástica, para muitas crianças no mundo ocidental, com a integração num novo meio social, podendo os pares exercer uma enorme influência nesse processo. A participação em grupos sociais estáveis emerge na média infância, com formação de polidíades ou 'cliques' voluntárias e baseadas em grupos de amigos, particularmente importantes na escola. Os grupos de pares e a diversidade de relações afiliativas que se desenvolvem no seu seio contribuem para o bem estar emocional e cognitivo da criança, desempenhando um papel importante, enquanto agentes de socialização, na adopção de comportamentos prosociais e de atitudes e valores fundamentais para o seu desempenho e adaptação social. A investigação sobre organização social de grupos de pares tem estado tradicionalmente centrada nas diferenças individuais de estatuto social. Porém, nos últimos anos, surgiu uma nova metodologia de abordagem que, baseando-se no impacto dos factores situacionais e dos constrangimentos sociais, sustenta que os diversos papéis sociais adoptados pelos indivíduos, num determinado contexto, são em larga medida determinados pela actividade e pela composição do grupo, assumindo que o indivíduo possui uma certa plasticidade no plano comportamental que lhe permite adaptar-se a diferentes contextos sociais. A reputação social deverá, nesta perspectiva, ser examinada em função do contexto social e dos valores culturais praticados tanto pela instituição escolar como pelo grupo de pares. Este trabalho procura constituir um contributo para a compreensão dos fenómenos da organização afiliativa de pré-adolescentes em contexto escolar, procurando pesquisar a natureza e características das estruturas afiliativas que se desenvolvem no seio de um grupo de pré-adolescentes na sala de aula, assim como, possíveis relações entre a reputação social e pertença ao grupo afiliativo. A investigação abrangeu os alunos do 5o e 6o ano de escolaridade da escola básica e secundária (EB/S) de uma pequena vila, da costa atlântica portuguesa, no concelho de Alcobaça.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Etologia
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/510
Aparece nas colecções:PBIO - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM FERN-MJ1.pdf4,78 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.