Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4273
Título: Qualidade da relação entre pais e filhos e auto-estima : Estudo exploratório com adolescentes
Autor: Duarte, Patrícia Magalhães Lopes
Orientador: Salgueiro, Emílio Eduardo Guerra
Palavras-chave: Relação familiar
Adolescentes
Auto-estima
Desempenho académico
Aceitação social
Family relationship
Adolescents
Self-esteem
Academic performance
Social acceptance
Data de Defesa: 2009
Resumo: O presente estudo teve como objectivo perceber como os filhos adolescentes avaliam a relação que têm com seus pais e a relação com a auto-estima. Percepciona-se que quanto mais expressivos forem os indicadores da qualidade da relação familiar, maior será a auto-estima do adolescente. Participaram 39 adolescentes, com idades compreendias entre os 13 e os 15 anos, sendo que 21 são do sexo feminino e 18 do sexo masculino. Foi adoptada uma metodologia transversal, tratando-se de um estudo não experimental pelo facto de não existir alteração ao longo da recolha de dados e de carácter exploratório. A amostragem foi aleatória e a recolha de dados foi estudada através do programa SPSS versão 16. Os instrumentos utilizados foram a Escala de Auto-Conceito e Auto-Estima (Peixoto & Almeida, 1999) e a Escala de Percepção da Relação com a Família (Peixoto, F., 1999). A recolha de dados ocorreu em vários momentos, pelo facto de os participantes frequentarem o grupo de estudo em horários diferentes. Um segundo momento do procedimento visou a análise quantitativa dos dados obtidos através de técnicas estatísticas específicas. Os participantes avaliaram o relacionamento parental de forma positiva. Os resultados mostraram que quanto melhor for a percepção da relação familiar, mais positiva é a autoestima nos adolescentes e melhor é a percepção do desempenho académico e da aceitação social.
ABSTRACT: This study aimed to understand how teenagers assess the relationship they have with their parents and the relationship with self-esteem. The perception is that the more significant the indicators of the quality of family relationship are, the greater the self-esteem of adolescents. Participants 39 adolescents, aged between 13 and 15 years, and 21 were female and 18 male. Adopted a horizontal approach, it was not an experimental study in the absence of change over the collection of data and exploratory nature. The sampling was random and the collection of data was studied using SPSS version 16. The instruments used were the Self-Concept Scale and Self-Esteem (Peixoto & Almeida, 1999) and Scale for Perception of the Family (Peixoto, F., 1999). Data collection occurred at various time, which the participants attend the study group at different times. A second procedure aimed to the quantitative analysis of data obtained through the specific statistical techniques. Participants evaluated the parental relationship in a positive way. The results showed that the better the perception of family relationship, the more positive self-esteem in adolescents and better the perception of academic performance and social acceptance.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4273
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15217.pdf8,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.