Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4268
Título: Vivências dos casais primiparos no aleitamento materno
Autor: Pessoa, Tânia Isabel Caridade
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Vivências dos casais
Aleitamento materno
Diferenças de géneros
Couples experience
Breast-feeding
Gender differences
Data de Defesa: 2009
Resumo: A sociedade tende a atribuir às mulheres a maior responsabilidade pela gravidez e desenvolvimento de filhos saudáveis, o que por norma inclui a prática do aleitamento materno. Apesar da actual necessidade de envolvência do homem em todo este processo, ainda pouco se sabe como homens e mulheres tomam decisões e vivenciam o aleitamento materno, no contexto da assimetria social de géneros. Esta investigação teve como objectivo conhecer as vivências de casais com o aleitamento materno do primeiro filho, a sua perspectiva acerca da maternidade e da paternidade e analisar as relações de género aqui envolvidas. Desenvolveu-se um estudo exploratório, transversal e qualitativo, com amostragem não probabilística, de conveniência em bola de neve. Os participantes foram 12 indivíduos, 6 casais os quais foram entrevistados através de entrevistas individuais, com roteiros semi-estruturados específicos para mulheres e homens. O material assim recolhido foi posteriormente analisado recorrendo à técnica de análise de conteúdo. As principais conclusões foram que os homens tendem a perceber-se como coadjuvantes na amamentação, conforme estabelecido no âmbito das relações sociais de género, as quais implicam a sua exclusão desse processo, a partir de uma lógica de poder que também determina a distribuição desigual de responsabilidades e direitos a homens e mulheres. A mudança dessa situação requer investimento na socialização de género desde a infância.
ABSTRACT: Traditionally, societies attribute the major responsibility of pregnancy and rising of healthy children, including breastfeeding, to women. However during the last years the need to also focus on men as actors in the whole reproductive process has been emphasized, still little is known on the decision-making process, and how men and women experience breastfeeding in the context of social gender relations. It was objective of this study describe the experiences, feelings and perceptions of couples on breastfeeding of their first-child, their perspectives about motherhood and fatherhood, and to analyze the gender relations involved in these processes. An explorative, transversal and qualitative study was carried out and purposeful sampling conducted according to predetermined criteria were selected through the “snowball”. Individual interviews were carried to 12 persons, 6 couples. Specific, semi-structured guidelines were used to interview women and men. The interviews were analyzed with qualitative technique. The most important conclusions were that men are inclined to perceive themselves as coadjuvants in the breasfeeding. This perspective is determined in the context of social gender relations, which give raise their exclusion of this process since a logical power that also determines an unequal distribution of men and women responsibilities and rights. In order to change this situation, an instrument in gender socialization is required since childhood.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPa - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4268
Designação: Mestrado em Psicologia da Gravidez e da Parentalidade
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15011.pdf498,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.