Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4267
Título: Measuring neurophysiological markers of acoustic signal processing in bottlenose dolphins with a new non-invasive device
Outros títulos: Medição de marcadores neurofisiológicos do processamento de sinais acústicos em golfinhos roazes através de métodos não-invasivos
Autor: Lopes, Patrícia Rachinas
Orientador: Santos, Manuel Eduardo dos
Palavras-chave: Electrofisiologia
Potenciais evocados
Tursiops truncatus
Electrophysiology
ERP
Tursiops truncatus
Data de Defesa: 2009
Resumo: Medidas neurofisiológicas, como os ERPs (Event- Related Potentials), podem ser extremamente valiosas para aumentar a compreensão de como os animais comunicam através de sinais acústicos. Os ERPs são flutuações na voltagem da actividade cerebral representadas no tempo após eventos específicos, podendo ser interpretadas através da sua polaridade, latência, amplitude, e distribuição de picos de voltagem. A recolha de dados foi efectuada através de eléctrodos de superfície em três machos Tursiops truncatus, com 13, 12 e 5 anos, no Zoomarine Algarve, Portugal. Foi desenvolvido um novo método não invasivo, o Ring-Cap & Tail, para fixar os eléctrodos activos em posições determinadas permitindo a sua captação simultânea. Foi utilizado o Paradigma do estímulo Oddball, apresentado aos sujeitos em pares aleatórios onde 85% dos estímulos eram frequentes e 15% eram raros. Os dados sugerem a presença de componentes de ERP endógenos como o N200 e P550, encontrados por Woods e seus colegas em 1986, o que suscita particular interesse visto estarem implicados no reconhecimento de sinais. Estes componentes de ERP podem fornecer aos investigadores dados adicionais para a avaliação da informação contida em sinais acústicos. São também assinaladas diferenças no tempo de processamento entre os sujeitos, possivelmente relacionados com a idade. O novo método não invasivo mostrou ser muito eficaz podendo ser considerado uma ferramenta promissora para próximos estudos de electrofisiologia.
ABSTRACT: Neurophysiological measures such as ERPs (Event- Related Potentials) may be extremely valuable to research, advancing our understanding of how animals use acoustic signals to communicate. ERP waveforms are voltage fluctuations associated in time with specific events and they can be interpreted by the polarity, latency, amplitude, and distribution of voltage peaks. The ERP data was collected with surface electrodes from three male bottlenose dolphins (Tursiops truncatus), with 13, 12 and 5 years old, at Zoomarine (Algarve, Portugal). An efficient, new, non-invasive method was developed, the Ring-Cap & Tail, to enable the simultaneously recording data from multiple active electrodes in standardized locations. The Oddball Paradigm was used with stimuli presented in random pairs, the frequent stimuli 85% of the time and the rare one 15% of the time. Data analysis suggests the presence of endogenous ERP components, like the N200 and P550, found by Woods and colleagues in 1986, which are of particular interest, because they may imply stimulus recognition by the subject. These ERP components could provide researchers with an additional way to evaluate the communicative information contained in acoustic signals. The data also suggest differences in processing time between subjects, possibly related to age The Ring-Cap & Tail was very effective and proved to be a promising tool for electrophysiological studies.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4267
Designação: Mestrado em Psicobiologia
Aparece nas colecções:PBIO - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15002.pdf1,96 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.