Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4247
Título: Identidade vocacional na adolescência : Família, escola, género e estatutos de identidade
Autor: Palma, Ana Rita dos Santos
Orientador: Carita, Ana
Palavras-chave: Relação
Família
Escola
Adolescentes
Estatutos de identidade
Relationship
Family
School
Adolescents
Identity status
Data de Defesa: 2008
Resumo: Este estudo tem como objectivo geral estudar a associação entre a preocupação na relação dos adolescentes com a família e com a escola e a construção da identidade vocacional, bem como a variação destas variáveis em função do género. Mais especificamente, pretende-se averiguar, se e como as preocupações dos adolescentes relativamente à escola e à família se relacionam a adopção dos diversos estatutos de Identidade Vocacional, a saber, a Exploração, o Investimento, o Foreclosure, tendência para excluir escolhas TEE, a Difusão e o Foreclosure em relação aos significativos. Adoptou-se, neste estudo, um quadro conceptual desenvolvimentista e ecológico uma vez que este subentende uma compreensão sistémica e contextual da realidade humana, ou seja, que toda a actividade humana seja vista como uma acção da pessoa no seu contexto. A amostra deste estudo é constituída por 250 adolescentes portugueses do 12º ano de escolaridade de várias Escolas Secundárias públicas da área da Grande Lisboa. A média total das idades dos alunos é 17.5. Dos 250 adolescentes, 139 dos participantes são do sexo feminino e 111 são do sexo masculino. São dois os instrumentos utilizados neste estudo, os quais permitem obter dados relativamente à questão da Identidade Vocacional e às Preocupações vividas pelo adolescente, nomeadamente no que concerne à família e à escola, a saber, a Escala de Exploração e Investimento Vocacional – EEIV, e a Escala de Preocupações dos Adolescentes. Os resultados revelam a existência de associação significativa entre a preocupação na relação dos adolescentes com a família e com a escola e a adopção do estatuto de Exploração Vocacional, no sentido em que, quanto menor o nível de preocupação, maior a Exploração do adolescente. Regista-se que tanto os rapazes como as raparigas revelam altos níveis de preocupação face à sua relação com a escola, e que são os rapazes que mais expressam preocupação na relação com a família. Verifica-se, ainda, que os adolescentes estão, tal como era esperado, em momentos de Exploração e de Investimento. Ainda no âmbito dos estatutos de identidade constata-se que os rapazes são mais diffusers e constroem mais projectos outorgados, em relação aos significativos, que as raparigas.
ABSTRACT: The main goal of the presented investigation consists in verifying if and how the worried relationship with family and school is related to vocational identity development and their variance according to gender. Specifically, we pretend to investigate if and how the worried relationship with family and school influence some vocational variables, such as Exploration, Commitment, Foreclosure, tendency to exclude options, Diffusion and Foreclosure. The choice of an ecological and developmental perspective in this study is justified by the fact that it provides us a conceptual framework which, in turn, enables the articulation of personal and contextual variables. Participants are students enroll in public high schools in Lisbon. A total of 250 students completed the questionnaires, 139 are females and 111 are males. The mean age of the participants is 17.5 years. Data were obtained from two instruments, the Escala de Exploração e Investimento Vocacional – EEIV, and Escala de Preocupações dos Adolescentes. The results show that there´s only a significant relationship between the worried relationship with family and school and the Vocational Exploration. It´s an inverse relationship, which means that when minor is the worried level, higher is the Vocational Exploration. Other results indicate that boys and girls express high worries levels in relationship with school, and that boys are more worried about relationship with family than girls. They also indicate that the adolescents are in periods of exploration and commitment and that boys are more diffusers and foreclosure than girls.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4247
Designação: Mestrado em Psicologia Educacional
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
12143.pdf2,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.