Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4227
Título: Sentimos muito mas não contagiamos: Estudo comparativos níveis de alexitimia, espontaneidade e bem-estar psicológico em sujeitos com e sem psoríase
Outros títulos: We are sorry, but we don’t infect: A comparative study - levels of alexithymia, spontaneity and psychological well-being in subjects with and without psoriasis
Autor: Batista, Cristiana Machado da Silva
Orientador: Gonzalez, António José C. A.
Palavras-chave: Psoríase
Espontaneidade
Bem-estar psicológico
Psicossomática
Psoriasis
Alexithymia
Spontaneity
Psychological well-being
Psychosomatics
Data de Defesa: 2010
Resumo: O tema central desta tese é a psoríase, uma doença crónica de pele, incurável, onde os aspectos psicológicos e sociais estão em risco. Investigamos em particular os níveis de alexitimia, espontaneidade e bem-estar psicológico em doentes de psoríase. Na componente teórica, é apresentada uma perspectiva psicossomática da doença. O objectivo deste estudo é perceber que relação existe entre a alexitimia, a espontaneidade e o bem-estar psicológico nos doentes portadores de psoríase, recorrendo aos instrumentos Toronto Alexithymia Scale-20 (TAS-20), Revised Spontaneity Assessment Inventory (SAI-R) e Escala de Bem-Estar Psicológico (EBEP). Pretende-se igualmente estabelecer comparações entre estes doentes e uma população de não portadores da doença. A amostra é constituída por 175 sujeitos, sendo que 112 são portadores de psoríase. Os resultados obtidos permitiram constatar, na amostra, a prevalência significativa de alexitimia nos doentes de psoríase, em comparação com os não doentes, e níveis de espontaneidade e bem-estar psicológico igualmente mais baixos. Obteve-se uma correlação positiva entre os valores obtidos na SAI-R e na EBEP e uma correlação negativa entre a TAS-20 e a SAI-R e entre a TAS-20 e a EBEP.
ABSTRACT: Psoriasis is a chronic skin disease, incurable, where the psychological and social aspects are at risk. In this study, we investigated the levels of alexithymia, spontaneity and psychological well-being in patients with psoriasis. In the theoretical part, a psychosomatic perspective of the illness is presented. The purpose of this study is to understand the relationship between alexithymia, spontaneity and psychological well-being in patients with psoriasis using the tools Toronto Alexithymia Scale-20 (TAS-20), Revised Spontaneity Assessment Inventory (SAI-R) and Scale of Psychological Well-Being (EBEP). It is also intended to draw comparisons between these patients and a population of nonpatients. The sample comprised 175 subjects, 112 of which are suffering from psoriasis. A significant prevalence of alexithymia in patients with psoriasis was found, when compared with no patients, and levels of spontaneity and psychological well-being were low. We obtained a positive correlation between scores on the SAI-R and EBEP and a negative correlation between TAS-20 and SAI-R and between the TAS-20 and EBEP.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4227
Designação: Mestrado de Psicologia
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13704.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.