Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4217
Título: Satisfação parental e bonding parental na figura paterna : Estudo exploratório
Autor: Parreira, Janaína Baptista Soares
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Satisfação parental
Bonding parental
Laços
Attachment parentalidade
pai
Parental satisfaction
Parental bonding
Bond
Parental attachment
Parent
Data de Defesa: 2009
Resumo: Este estudo tem como com o objectivo contribuir para entendimento da relação entre a Satisfação Parental e o Bonding Parental, na figura paterna Não foram encontrados, até ao momento presente, estudos que estabeleçam a relação entre as duas dimensões propostas, o Bonding Parental e a Satisfação Parental, especialmente no que concerne a figura parental masculina. Focamos o estudo na figura paterna, pela contínua, e cada vez mais reconhecida e valorizada importância do seu papel no desenvolvimento da prole. Os participantes do nosso estudo foram 155 homens que, através de contacto electrónico, se disponibilizaram, de uma forma voluntária, para responder ao material colocado on line. Os instrumentos utilizados foram para lá de um questionário de caracterização sócio demografia, a Escala de Satisfação Parental, (ESP) (PSS – Parent Satisfaction Scale de Halverson e Duke, 1991, Martins & Leal (2007) e a Escala de Bonding Prental, (EBP) (PBI – Parental Bonding Instrument de Parker, Tupling e Brown, (1979), Ramos, Leal e Maroco (2006). Destacam-se os seguintes resultados; pais com situação activa profissional revelam percepções de cuidar e de negação de autonomia e, os níveis salariais mais baixos e mais altos, exercem influencia no que diz respeito aos fardos da parentalidade e à importância da parentalidade. A percepção da negação da autonomia psicológica tem peso significativo nos pais sem situação de conjugalidade. Por fim, constatamos que a ausência de doença crónica ou de incapacidade grave, patenteia os prazeres da parentalidade, a autonomia instrumental e a negação de autonomia psicológica. Palavras-
ABSTRACT: This study aims to contribute for the understanding of the relationship between Parental Satisfaction and Parental Bonding in the father figure. No studies were found to date that establish the relationship between the two proposed dimensions, Parental Bonding and Parental Satisfaction, particularly in terms of the masculine father figure. We focused the study on the father figure since its importance is continuously and more importantly recognised and valued in the development of progeny. The study included 155 male participants who were contacted by telephone and voluntarily agreed to answer to the material made available on line. The tools used were far beyond the socio-demographic characterization questionnaire, the Parent Satisfaction Scale (PSS – Parent Satisfaction Scale from Halverson and Duke, 1991, Martins & Leal (2007) and the Parental Bonding Instrument, (PBI – Parental Bonding Instrument from Parker, Tupling and Brown, (1979), Ramos, Leal and Maroco (2006). The following results are emphasized: parents with a professional active life reveal care perceptions and autonomy denial and, the lowest and the highest wage levels influence the burden and the importance of parentality. The perception of psychological autonomy denial has a significant weight in parents without a conjugal situation. Lastly, we confirm that the absence of chronic diseases or serious incapacities reveals parental pleasures, instrumental autonomy and psychological autonomy denial.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4217
Designação: Mestrado em Psicologia da Saúde
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15438.pdf438,47 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.