Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4194
Título: Espontaneidade e personalidade: Um estudo correlacional
Autor: Rocha, Ana Filipa Lameira da
Orientador: Gonzalez, António José C. A.
Palavras-chave: Espontaneidade
Personalidade
Neuroticismo
Extroversão
Impulsividade
Spontaneity
Personality
Neuroticism
Extraversion
Impulsivity
Data de Defesa: 2010
Resumo: O presente estudo tem como principais objectivos verificar, por um lado, qual será a relação existente entre a espontaneidade e duas das cinco dimensões que compõe a personalidade do indivíduo, ligada à teoria dos “Big-Five”, e por outro, averiguar quais serão as diferenças encontradas entre géneros nos inventários utilizados. A amostra deste estudo é composta por estudantes universitários e por trabalhadores, um total de 90 participantes que preencheram um conjunto de questionários composto por uma ficha de dados demográficos, um inventário de Espontaneidade (SAI-R), uma sub-escala de Impulsividade (N-5), e um inventário de Personalidade (NEO-FFI). Os resultados obtidos demonstram a existência de uma correlação positiva entre a espontaneidade e a dimensão de extroversão, e de uma correlação negativa entre a dimensão de neuroticismo e a espontaneidade. No que toca às diferenças de género, não se verificaram diferenças entre homens e mulheres na escala SAI-R e na sub - escala de extroversão, mas foram encontradas diferenças estatisticamente significativas na sub - escala do neuroticismo, sendo que as mulheres obtiveram valores mais elevados nesta sub – escala do que os homens na amostra do presente estudo.
ABSTRACT: The present study has as basic purposes to check, on one hand, the kind of relationship between spontaneity and two of the five dimensions that compose the individual personality, see the “Big-Five” theory, and on the other, to verify the main differences between genders in the used inventories. The sample of this study is composed of university students and workers, in a total of 90 participants who answered a set of questionnaires (demographic data), a spontaneity inventory (SAI-R), a impulsivity sub – scale (N-5), and a personality inventory (NEO-FFI). Data showed a positive correlation between spontaneity and extraversion, and a negative correlation between neuroticism and spontaneity. No differences between men and women were found in the spontaneity inventory and extraversion sub-scale, but there were some statistical differences in the neuroticism sub – scale, showing that the women, of this study, had higher values in this sub-scale.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4194
Designação: Mestrado de Psiclogia
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13888.pdf580,4 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.