Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4183
Título: Coping e sobrecarga nos cuidadores informais de pessoas com doença de Alzheimer
Autor: Delgado, Marisa Mercês
Orientador: Patrão, Ivone Alexandra Martins
Palavras-chave: Cuidadores informais
Alzheimer
Sobrecarga
Coping
Informal caregivers
Alzheimer’s disease
Burden
Coping
Data de Defesa: 2008
Resumo: O objectivo deste estudo foi o de conhecer as relações existentes entre as estratégias de coping utilizadas pelos cuidadores informais de pessoas com Alzheimer e o nível de sobrecarga experienciado pelos mesmos. Foram inquiridos 62 cuidadores informais, 32 do sexo feminino e 30 do sexo masculino. A média de idades é 49,89 e desvio-padrão 20,25. Foi utilizado um questionário sócio-demográfico, e também o Índice de Barthel (Mahoney & Barthel, 1965) para medir o grau de dependência da pessoa com doença de Alzheimer, o Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (Martins, Ribeiro & Garrett, 2003) para medir o nível de sobrecarga, e o Brief COPE (Carver, 1997) para medir as estratégias de coping mais frequentemente utilizadas. Quanto aos resultados obtidos, existe uma correlação directa entre a estratégia de coping Desinvestimento Comportamental e a Sobrecarga Financeira, e ainda com a subescala Implicações na Vida Pessoal. A estratégia mais utilizada pelos cuidadores inquiridos é a Reinterpretação Positiva (M= 3,56) e a menos frequente é a Uso de Substâncias (M= 1,19). Os cuidadores que mais utilizam a Reinterpretação Positiva são os que são cuidadores há menos tempo. Não existem elevados níveis de sobrecarga nos cuidadores inquiridos. Conclui-se que os cuidadores que têm mais dificuldades económicas desistem mais rapidamente de melhorar a sua situação, e também aqueles cujas vidas e planos mais foram alterados pela situação, são mais propensos a desistir dos seus planos e objectivos. Os que se tornaram cuidadores mais recentemente têm mais facilidade em lidar com a situação, pelo que a duração do cuidado parece ter um papel importante na sobrecarga experienciada.
ABSTRACT: The objective of this study is to know the relationships between the coping strategies the informal caregivers of people with Alzheimer’s Disease use and the level of burden they experience. A sample of 62 caregivers was questioned, 32 were females and 30 were males. The average of ages is 49.89 and SD is 20.25. A social demographic questionnaire was used, the Barthel Index )Mahoney & Barthel, 1965) was also used to establish the degree of independence of the person with AD, the Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (Martins, Ribeiro & Garrett, 2003) was used to measure the level of burden, and the Brief COPE (Carver, 1997) to measure the coping strategies more frequently used. As for the results, there is a direct correlation between the scale Behavioural Disengagement and the scale Financial Burden, and also with the scale Implications on Personal Life. The coping strategy that the questioned caregivers use more often is Positive Reframing (M= 3.56) and the one used less frequently is Substance Use (M= 1.19). The caregivers that use Positive Reframing more often are the ones that have been caregivers for less time. There are no high levels of burden among the questioned caregivers. In conclusion, the caregivers that have more financial difficulties are the ones that more often give up on trying to improve their situation, and also, the ones whose lives and plans were more altered by the caregiving situation are more prone to giving up on their plans and goals. The caregivers that are so more recently, have less difficulty in coping with the situation, therefore the duration of the caregiving seems to have an important role on the experienced burden.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4183
Designação: Mestrado de Psicologia
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14096.pdf809,27 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.