Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4159
Título: Estudo do efeito moderador do empowerment estrutural na relação entre o engagement e a transferência de aprendizagem
Autor: Lourenço, Inês Soares
Orientador: Oliveira, Teresa Cristina Clímaco Monteiro d'
Palavras-chave: Transferência de aprendizagem
Engagement
Empowerment estrutural
Learning transfer
Structural empowerment
Data de Defesa: 2015
Resumo: Um dos maiores desafios aos investimentos das organizações na área da formação é a avaliação da sua transferência para o local de trabalho. De acordo com a literatura, menos de 20% das competências e conhecimentos adquiridos nas formações são utilizados nos postos de trabalho (Devos, Dumay, Bonnamy, Bates & Holton III, 2007). A presente investigação procurou estudar se colaboradores engaged com o seu trabalho e com uma percepção de existência de apoio, informação, recursos e oportunidades por parte organização a que pertencem, realizam uma maior transferência de aprendizagem. Para tal, formularam-se as seguintes hipóteses, H1, o Engagement no trabalho tem um impacto positivo na Transferência de Aprendizagem e H2, A percepção de Empowerment Estrutural exerce um efeito moderador na relação entre o Engagement e a Transferência de aprendizagem A presente investigação envolveu um total de 105 participantes, que frequentaram uma formação ou workshop, cujo tema incidiu sobre as tarefas que executa, e nos tempos em que esta decorreu estavam inseridas na população activa. Os resultados obtidos sugerem que o empowerment estrutural está associado à transferência de aprendizagem e que o engagement não actua como preditor desta. Contudo, quando o engagement se encontra associado ao empowerment estrutural verifica-se a ocorrência de efeitos moderadores significativos, confirmando-se que que os recursos, oportunidades, apoio e informação disponibilizados pela organização são peças chave no processo de transferência de aprendizagem.
ABSTRACT: One of the biggest challenges regarding training is the transfer of the newly learned skills to the workplace. According to the practitioners, less than 20 per cent of the skills and knowledge acquired in training are used on the job (Devos, Dumay, Bonnamy, Bates & Holton III, 2007). The main objective of the following investigation is to explore if engaged worker with higher perceptions of support, information, resources and opportunities from the employer organization are more willing to develop a greater learning transfer. Subsequently, in order to find these relationships, two hypotheses were developed, such as, H1, Work Engagement as a positive impact in Learning Transfer and H2, Structural Empowerment has a moderator effect in the relationship between Work Engagement and Learning Transfer. A total of 105 trainees involved in formal training activities were invited to participate in this study. Results suggest that Structural Empowerment has a significant effect in Learning Transfer and that Engagement by itself is not a significant predictor of Learning Transfer. However, when Engagement is associated with Structural Empowerment there are always significant influences in Learning Transfer. Therefore it is possible to conclude that the resources, opportunities, support and information available at the organization are pivotal to Learning Transfer.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4159
Designação: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Aparece nas colecções:PORG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
19914-OA.pdf5,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.