Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4146
Título: Autoconfiança e rendimento desportivo: estudo longitudinal numa equipa de futebol profissional
Autor: Neves, Ana Sofia Ferreira
Orientador: Almeida, Pedro Henrique Garcia Lopes de
Palavras-chave: Autoconfiança
Rendimento
Futebol
Self-confidence
Performance
Soccer
Data de Defesa: 2008
Resumo: São objectivos deste trabalho: explorar a acção da variável individual autoconfiança estado vivida durante a época competitiva (ao longo de 17 jogos) do Campeonato Nacional, de um grupo de 23 futebolistas seniores, nos seus níveis de rendimento (objectivo e subjectivo) e sua competência psicológica (autoconfiança traço); analisar as relações entre as diferentes medidas de rendimento (objectivo e subjectivo). Para o efeito, num momento pré competitivo, os atletas responderam ao questionário PODIUM individual (Abrantes, 2005). Durante a competição o rendimento objectivo foi avaliado por meio de observação directa, tendo sido calculados rácios de rendimento para cada atleta, por jogo. Após a competição, os jogadores preencheram o questionário “Questionário Pós Competitivo” (Cruz, 1991; cit por Almeida, 2003), onde avaliaram subjectivamente o seu rendimento. De igual forma, os treinadores preencheram um questionário pós competitivo - “Avaliação dos treinadores” – (Ebbeck e Weiss, 1988) onde avaliaram subjectivamente o rendimento de cada jogador em cada jogo. Num momento neutro os jogadores preencheram o “Inventário de Competências Psicológicas para o Desporto – Forma R5” (ICPD) (Cruz e Viana, 1993; Viana, Carvalho, Barrocas e América, 1993). Em relação a esta amostra não se verificaram correlações significativas ao longo dos 16 jogos entre a autoconfiançaestado pré-competitiva e os diferentes tipos de rendimento. Da mesma forma, não foram verificadas correlações significativas entre os diferentes tipos de rendimento ou até mesmo entre a percepção da competência autoconfiança e a autoconfiançaestado. Contudo, deixam-se algumas considerações para investigações futuras.
ABSTRACT: The purposes of this investigation were to explore the relationship between state self-confidence during a competitive season (17 home games) of the National Championship, of a group of 23 senior soccer players, on their levels of performance (objectively and subjectively accessed) and their skill levels of self-confidence; analyse the relationships between the different measures of performance (objective and subjective). The athletes in a pre-competitive moment responded to individual PODIUM (Abrantes, 2005). During competition the objective performance was registered through direct observation and later calculated individual ratios for each athlete per game. After de competition the soccer players filled a pos-competitive questionnaire (Cruz, 1991; cit. por Almeida, 2003) evaluating their performances and the coaches evaluated their athletes using the questionnaire of Ebbeck e Weiss (1988). In a non competitive moment all the players completed the ICPD (Cruz e Viana, 1993; Viana, Carvalho, Barrocas e América, 1993) to access trade-self-confidence. In this athletes sample no significant correlation were found between competitive self-confidence and the different measures of performance. Even more, there were no significant correlations between the different types of performance and between trade-self-confidence and state-selfconfidence. Nevertheless we finalize this article with some important considerations and suggestions for future investigations.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4146
Designação: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Aparece nas colecções:PSOC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15572.pdf1,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.