Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4107
Título: Análise da diferença do efeito de um argumento contrafactual e de um argumento causal no processo de persuasão
Autor: Neves, Andreia Luísa
Orientador: Senos, Jorge
Palavras-chave: Persuasão
Pensamento contrafactual
Inferência causal
Persuasion
Counterfactual thought
Causal inference
Data de Defesa: 2009
Resumo: Este estudo foi idealizado com o propósito de analisar a diferença no grau de mudança de atitude, caso exista, quando as pessoas são expostas a um argumento contra-atitudinal com uma conclusão contrafactual e ao mesmo argumento mas com um desfecho causal. Para tal, foi concebido um design experimental ancorado no Elaboration Likelihood Model, no qual foi manipulada a disponibilidade de recursos cognitivos para a interpretação de um argumento persuasivo. Um conjunto de 90 estudantes do primeiro ano da Licenciatura em Ciências Psicológicas, responderam a um questionário no qual teriam de assinalar o seu grau de concordância fase a cinco afirmações relacionadas com a justiça portuguesa e, após a leitura de um argumento contra-atitudinal cuja conclusão variava entre contrafactual, causal, ou sem conclusão, teriam de voltar a explicitar a sua atitude face ao mesmo tema, em cinco frases que, embora semanticamente diferentes, tinham o mesmo conteúdo das anteriormente respondidas. Adicionalmente, os participantes eram convidados a preencher uma lista de pensamentos que lhes ocorra naquele momento. O tratamento estatístico foi baseado numa ANOVA de medições repetidas mista. Os resultados obtidos não revelaram diferenças entre qualquer um dos grupos formados, e nem entre condições experimentais (com e sem recursos cognitivos), para um p-value de 0,05. Estamos em crer que estes resultados contrários às hipóteses formuladas, se deveram ao tema escolhido para a concepção do material; aparentemente, a atitude face à justiça em Portugal é tão negativa que não há argumentos que possam reverter esta avaliação. Esta conclusão foi sustentada no teor da listagem de pensamentos efectuada pelos participantes.
ABSTRACT: The present study was performed with the purpose of analysing the difference on the degree of attitude change, in case it exists, when people are subjected to a counter-attitude argument with a counterfactual conclusion and again, the same argument but with a causal conclusion. For that matter, an experimental design was construed based on the Elaboration Likelihood Model, in which the availability of cognitive resources for the interpretation of a persuasive argument was manipulated. A sample of 90 first-year-students of Psychology Sciences major, answered an inquiry in which they had to evaluate their degree of agreement over five statements concerning the Portuguese Justice and after reading a counter-attitude argument whose conclusion was one of counterfactual, causal or without conclusion, they would have to explain again their attitude over the same subject, in five sentences that, although semantically different, would have the same content of the previously answered. Additionally, participants were invited to fill in a list of thoughts that crossed their minds at the time. The statistical analysis was performed with a mix repeated measurement ANOVA. The results revealed no difference neither amongst any of the groups nor amongst experimental conditions (with or without cognitive resources) for a p-value of 0,05. It is our belief that such results contradicting the hypothesis are a consequence of the chosen subject; apparently the attitude towards the Portuguese Justice is so negative that there is no argumentation capable of reverting this opinion. This conclusion was supported by the list of thoughts written by the participants.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4107
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:PSOC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15406.pdf1,35 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.