Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4105
Título: A relação entre o auto-conceito e a aceitação pelos pares num grupo de crianças em idade pré-escolar
Autor: Emídio, Rita Mendes
Orientador: Santos, António José
Palavras-chave: Auto-conceito
Aceitação no grupo de pares
Crianças no pré-escolar
Self concept
Acceptance in pears group
Preschool children
Data de Defesa: 2008
Resumo: A importância do estudo do auto-conceito advém do forte impacto que este parece ter no comportamento do indivíduo, regulando as suas acções e modos de interacção com os outros. Na definição deste constructo há que considerar a percepção geral que o indivíduo tem de si próprio, assim como as avaliações que o sujeito faz acerca das suas próprias competências em domínios restritos, como o cognitivo, o social, ou o físico (Harter, 1999). O presente estudo analisa a relação entre a auto-percepção de competências e aceitação no grupo de pares, numa amostra de 40 crianças do préescolar. Para avaliar a percepção das competências foram utilizadas as Escalas Pictoriais de Percepção da Competência e Aceitação Social (adaptadas por Mata, Monteiro & Peixoto, 2008), para analisar o grau de aceitação no grupo de pares realizaram-se entrevistas sociométricas. Os resultados indicam que as crianças com valores mais elevados na sub-escala de aceitação entre os pares são as que apresentam valores mais elevados de aceitação no seu próprio grupo de pares (na sociometria). Verificou-se igualmente que a auto-percepção da aceitação materna está relacionada com a percepção da competência cognitiva, com a percepção da aceitação pelos pares e, ainda, com a efectiva aceitação pelos pares. Assim, o contexto relacional importa, enquanto guia do comportamento social da criança, e na emergência do conceito e sentido do self. A família, pares, representações e percepções de si próprio influenciam a relação dos pares em diferentes aspectos, em particular na sua Aceitação.
ABSTRACT: Self-concept helps to regulate our own actions and the way we interact with others, therefore having a grate impact on human behavior. According to Hater (1999) it’s important to also analyze self-perceptions in specific dominions such as cognition, social or physical. This study aims to analyze the relations between self-perceptions of 40 preschool age children and the way they are seen, that is, accepted by their pears in the school context. The Pictorial Scale of Perceived Competence and Social Acceptance (adapted to the Portuguese population by Mata, Monteiro & Peixoto, 2008) and sociometrics interviews were used to collect the data. The results indicate that children with higher scores on the sub-scale: acceptance by their pears are indeed the ones with higher acceptance scores by the peers (sociometrics). Maternal acceptance sub-scale is related to the cognitive skills and pears acceptance sub-scales. Social interactions are an important context for the development of self-concept and for children’s social behavior.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4105
Designação: Mestrado de Psicologia
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15387.pdf106,55 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.