Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4061
Título: As Necessidades das Famílias de Adolescentes com Deficiência Mental
Autor: Serra, Ivo Ruben Correia
Orientador: Morgado, José
Data de Defesa: 2009
Resumo: O presente estudo, de carácter não experimental, tem como objectivo principal a contribuição para o conhecimento das necessidades das famílias com filhos adolescentes com Deficiência Mental (DM). Esta investigação teve como objectivos saber quais as necessidades mais sentidas pelas famílias de adolescentes com deficiência mental, perceber se as famílias dos adolescentes com deficiência mental integrados no ensino regular têm as mesmas necessidades das famílias dos adolescentes que estão no ensino especial, perceber se existem diferenças nas necessidades sentidas pelas famílias de adolescentes com Deficiência Mental, tendo em conta as habilitações literárias destas e por fim sabermos até que ponto estas famílias consideram que as suas necessidades são tidas em conta por parte da Escola, na intervenção realizada com o adolescente com deficiência mental. De forma a podermos obter os dados necessários para a nossa investigação foram utilizados dois instrumentos: a) Questionário sobre as necessidades das famílias; b) Ficha biográfica da família. Participaram no nosso estudo 52 famílias de adolescentes com Necessidades Educativas Especiais, sendo que todos os jovens tinham Deficiência Mental, e pertencendo à área da grande Lisboa. Da totalidade dos participantes, 23 estão no ensino regular integrados em projectos de parceria ao abrigo da Portaria 1102/97 (ERP); 7 têm os filhos integrados no Ensino Regular sem parceria (ER) e 22 estão em instituições de educação especial (EE). Para a recolha da amostra os critérios utilizados na selecção dos participantes foram: (i) adolescentes com Deficiência Mental; (ii) idade entre os 12 e os 19 anos. A análise dos resultados obtidos permitiu-nos verificar que, à semelhança de outros estudos (Morgado e Beja, 2000; Leal, 2007; Lopes, 2009, entre outros) as necessidades de Informação de forma geral e especificamente as necessidades de informação relativamente a serviços e os apoios que os filhos poderão beneficiar no futuro foram as grandes prioridades das famílias que participaram neste estudo. Quando comparadas as necessidades das famílias, tendo em conta o contexto educativo frequentado pelos seus filhos, as famílias com filhos inseridos no ensino regular em escolas com projectos ao abrigo da Portaria 1102/97 (ERP) foram as que apontaram mais necessidades, sendo as do Ensino Especial (EE) as que apresentaram menos necessidades. Outros estudos (Leal, 2007) obtiveram resultados diferentes. Ao contrário de Morgado e Beja (2000) e Lopes (2009), não foram encontradas no nosso estudo diferenças significativas relativamente às necessidades das famílias, tendo em conta as suas habilitações literárias. A grande maioria das famílias da nossa amostra considerou ainda que as escolas dos seus filhos têm em conta as necessidades destas famílias.
ABSTRACT: The present study, non-experimental, has as main objective to contribute to the knowledge of the needs of families with adolescent children with Mental Retardation (MR). This research aims was to find out what were the bigger needs experienced by families of adolescents with Mental Retardation, to see if the families of adolescents with Mental Retardation integrated into mainstream education have the same needs of the families of teens who are in special education, to see if there are differences in the needs experienced by families of adolescents with mental retardation, taking into account their educational qualifications and finally know the extent to which these families feel that their needs are taken into account by the school, the intervention performed with the adolescent with Mental Retardation . In order for us to obtain the data necessary for our research we used two instruments: a) Questionnaire on the needs of families, b) Biographical Record of the family. Participated in our study 52 families of adolescents with special educational needs, all them had mental retardation, and belonging to the Greater Lisbon area. Of all the participants, 23 are integrated in regular education projects integrated in partnership projects under the Ordinance 1102/97 (ERP), 7 have their children integrated into regular education without partnership (ER) and 22 are in institutions of special education (EE). For the sampling picking the criteria used in selecting participants were: (i) adolescents with mental retardation, (ii) age between 12 and 19 years. The results obtained allowed us to see that, like other studies (Morgado and Beja, 2000; Leal, 2007; Lopes, 2009, among others) the need for information in general and specifically the information needs for services and support that children may benefit in the future were the main priorities of the families who participated in this study. Comparing the needs of families, taking into account the context of education attended by their children, families with children placed in mainstream schools with projects under the Ordinance 1102/97 (ERP) were the ones that showed the greatest need, and those of Special education (EE) being the ones that showed the least needs. Other studies (Leal, 2007) obtained different results. Unlike Morgado and Beja (2000) and Lopes (2009), in our study there were no significant differences regarding the needs of families, taking into account their qualifications. The vast majority of families in our sample considered that their children’s schools take into account the needs of these families.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4061
Designação: Mestrado em Psicologia Aplicada
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13150.pdf2,05 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.