Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/4035
Título: Práticas dos educadores de infância e conceitos de literacia em crianças de 5 anos
Autor: Ângelo, Patrícia
Orientador: Silva, Ana Cristina
Palavras-chave: Práticas pedagógicas
Conceitos de literacia
Linguagem escrita
Crianças do pré-escolar
Pedagogical practices
Literacy concepts
Written language
Kindergarten children
Data de Defesa: 2012
Resumo: O objectivo geral desta investigação é determinar quais as práticas pedagógicas utilizadas pelos educadores de infância relativas ao desenvolvimento do domínio da linguagem escrita, e a sua influência nos conceitos de literacia de crianças de 5 anos. Como objectivos específicos pretende-se caracterizar as práticas pedagógicas dos educadores de infância, tendo também em conta os aspectos relativos à organização de espaços e tempos no domínio da abordagem à leitura e escrita; avaliar os conceitos de literacia em crianças de 5 anos, assim como verificar as suas diferenças, em função das práticas dos educadores. A amostra foi constituída por 4 educadoras de infância e 40 crianças com idades compreendidas entre os 5 anos e 2 meses e os 5 anos e os 11 meses. Para a avaliação das práticas pedagógicas das educadoras, procedeu-se à observação e registo numa Grelha de Observação das Práticas Pedagógicas dos Educadores de Infância no domínio da leitura e escrita (Alves Martins e Santos, 2001), versão adaptada. Tendo em conta os resultados obtidos na grelha, distinguiram-se 2 grupos de práticas pedagógicas: um grupo de educadoras que implementa com menos frequência actividades de leitura e escrita e outro grupo que implementa com mais frequência actividades de leitura e escrita. Para avaliar os conceitos infantis sobre a literacia foram aplicadas às crianças as Matrizes Progressivas Coloridas de Raven, Entrevista de Funcionalidades, Prova do Ditado e Provas de Consciência Fonológica - Classificação com base na Sílaba Inicial e Fonema Inicial. Os resultados evidenciam a inexistência de diferenças significativas entre os grupos nas provas no pós-teste, em função das práticas das educadoras. Não se verificou uma evolução significativa das crianças nos seus conceitos de literacia, nos grupos de educadoras que implementaram com menos e com mais frequência actividades de leitura e escrita, o que leva a concluir que as práticas implementadas pelas educadoras não são as mais potencializadoras do desenvolvimento da linguagem escrita, devido à própria natureza das actividades e à pouca sistematização das mesmas.
ABSTRACT: The global objective of this research is to identify the pedagogical practices of kindergarten teachers for promoting the development of the written language, and to evaluate the literacy concepts in five-year-old children. As more specific objectives, this work aims to characterise the pedagogical practices of kindergarten teachers, also considering the aspects related to the organization of space and time, in the context of the approaches for promoting reading and writing; and to evaluate the literacy concepts in five-year-old children, as well as to verify the differences in those concepts, depending on the teachers´ practices. The participants in the sample were 4 kindergarten teachers and 40 children with ages in the range from 5 years and 2 months to 5 years and 11 months. In order to evaluate the pedagogical practices of the teachers, we followed the method proposed by (Alves Martins e Santos, 2001) for an Observation Grid for Pedagogical Practices of Kindergarten Teachers in the domain of reading and writing. According to the results obtained through the observation grid, two distinct groups of pedagogical practices were identified: a group of teachers that promotes reading and writing activities less frequently, and another that promotes such activities more frequently. In order to evaluate the children´s conceptualisations about literacy, the following techniques were applied: the Raven´s Colored Progressive Matrices Test, Functional Interview, Dictation Test, and Phonological Awareness Tests – with Classification based on the Initial Syllable and on the Initial Phoneme. The results obtained with the children tests that were performed in the study, do not present significant differences between the observed groups, in the post tests made, as a function of the kindergarten teachers´ practices. We did not identify a significant evolution in the children´s literacy concepts, concerning the more or less frequent promotion of reading and writing activities by the kindergarten teachers. This leads to a conclusion that the practices that were implemented by the teachers were not the ones that would potentiate more the development of the written language, due to the very nature of the promoted activities and their lesser degree of systematization.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/4035
Designação: Mestrado em Psicologia Educacional
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15411.pdf769,25 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.