Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/399
Título: Comportamento de "homing" e padrões de movimentação de Coryphoblennius galerita (Blenniidae) na Costa do Estoril
Autor: Carreiro, Helena Alexandra Vaz
Palavras-chave: Etologia
Comportamento animal
Blemildae
Homing
Peixes
Portugal
Ethology
Animal behaviour
Fish
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Com este trabalho pretendeu-se contribuir para a investigação dos padrões de movimentação da espécie Coryphoblennius galeríta (Bíenniidae), através da análise do padrão de ocupação das poças de maré, tendo o estudo decorrido na costa portuguesa no litoral rochoso da costa do Estoril. Neste estudo, que decorreu durante o período reprodutor da espécie, pretendeu-se avaliar a existência de fidelidade, a curto e a longo-prazo, a poças de maré ou a áreas restritas, e ainda a capacidade de regresso às poças de origem (i.e. "homing"). Para tal, realizaram-se experiências que envolveram a marcação e recaptura de indivíduos que foram libertados quer nas poças de origem quer em poças de libertação, localizadas a diferentes distâncias e orientações relativamente à poça de origem. Os resultados obtidos indicam que: - existe fidelidade a uma área restrita que se manifesta por uma ocupação regular das poças de maré e que é comprovada pelas elevadas taxas de recaptura obtidas; - existe um movimento dirigido de regresso ao local preferencialmente ocupado na maré-baixa, ou seja, a existe a capacidade de "homing". Experimentalmente a capacidade de "homing" é evidenciada pela elevada taxa de retorno às poças de origem para todo o intervalo de distâncias e orientações de deslocamento utilizados. A hipótese mais consistente indica que o habitat preferencial desta espécie na maré-baixa abrange mais do que uma poça sendo, no entanto, provável que haja uma poça ocupada com mais frequência, que funcione como poça central de residência, à qual os indivíduos regressam após as excursões alimentares que têm lugar na maré-cheia; por outras palavras, os indivíduos apresentam fidelidade a uma área restrita apesar de serem bastante móveis. A hipótese avançada está de acordo com os conhecimentos actuais sobre esta espécie. C. galerita é uma espécie de pequenas dimensões que parece ter-se especializado na ocupação das poças como habitat preferencial, recrutando para o mesmo tipo de poças onde vai permanecer enquanto adulto. Neste trabalho, é apresentada uma secção em que se faz um resumo dos conhecimentos actuais sobre as funções/valor adaptativo, assim como dos mecanismos envolvidos nos comportamentos de "homing" e de fidelidade a poças de maré dos peixes intertidais.
Descrição: Dissertação de mestrado em Etologia
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/399
Aparece nas colecções:PBIO - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM CARR-H1.pdf4,7 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.