Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3987
Título: Vinculação materna, ansiedade e imagem corporal no último trimestre da gravidez
Autor: Cavaleiro, Ana Sofia dos Santos
Orientador: Patrão, Ivone Alexandra Martins
Palavras-chave: Vinculação materna
Ansiedade
Imagem corporal
Maternal attachment
Anxiety
Body image
Data de Defesa: 2012
Resumo: A importância de uma gravidez saudável e de uma boa saúde materna é fundamental para que se consiga predizer a saúde do feto e, posteriormente, a saúde, organização e maturação da identidade do bebé. Esta investigação tem como objectivo geral analisar a associação entre a ansiedade, a imagem corporal e a vinculação materna durante o último trimestre da gravidez. Com uma amostra de 100 grávidas foram utilizados instrumentos como questionário Sócio-demográfico, a versão materna da Escala de Vinculação Pré-Natal (AEAS) de John Condon (1993 - versão portuguesa por Gomez e Leal 2007), a Escala de Ansiedade para Grávidas (ASP) de Doyle-Waters (1994) e a Escala de Medida em Imagem Corporal (EMIC) de Souto (1999). As participantes desta investigação mostraram níveis elevados de ansiedade, principalmente em relação à saúde do bebé, trabalho de parto e atractividade, e níveis de vinculação materna e imagem corporal satisfatórios. Os resultados indicaram, também, uma relação significativa bastante negativa entre a ansiedade e a imagem corporal (p= - 0.554). Foram, ainda, encontradas relações significativas entre características sociodemográficas e os factores psicológicos como a ansiedade e o curso de preparação para o parto (p= 0.018), a vinculação materna e a actual gravidez (p= 0.007) e entre a imagem corporal e o índice de massa corporal (p= 0.032), entre outros. Os resultados obtidos podem contribuir para uma melhor compreensão de alguns factores psicológicos importantes que influenciam a gravidez, para a criação de alvos e estratégias de intervenção para actuar mais eficazmente.
The importance of a healthy pregnancy and a good maternal health is crucial in order to be able to predict the health of the fetus and the health, organization and maturation of the identity of the baby. This investigation aims at analyzing the association between anxiety, body image and maternal attachment during the last trimester of pregnancy. The sample was composed by 100 pregnant women and used instruments such as Social-demographic data, the maternal version of Antenatal Emotional Attachment Scale (AEAS) of John Condon (1993 – portuguese version by Gomez and Leal 2007), Anxiety Scale for Pregnancy (ASP) of Doyle-Waters (1994) and Measure Scale in Body Image (EMIC) of Souto (1999). The participants of this investigation showed high levels of anxiety, especially in relation to the baby's health, labor and attractiveness, and levels of maternal attachment and body image satisfactory. The results also indicated a significant relationship rather negative between anxiety and body image (p= -0.554). It was also found significant relationships between sociodemographic and psychological factors such as anxiety and the course of preparation for childbirth (p= 0.018), maternal attachment and current pregnancy (p= 0.007) and between body image and body mass index (p= 0.032), among others. The results can contribute to a better understanding of some important psychological factors which influence pregnancy, to create targets and strategies for intervention to operate more efficiently.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Unversitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3987
Designação: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14485.pdf1,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.