Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3985
Título: Representação de maternidade em mulheres sem filhos – um estudo exploratorio
Autor: Rivera, Beatriz Mosca
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Não-maternidade
Representação de maternidade
Sem filhos
Childlessness
Childless
Maternal representation
Data de Defesa: 2015
Resumo: A não-maternidade é um fenômeno em crescimento em nossa sociedade ocidental, cada vez mais mulheres estão escolhendo investir em outros âmbitos de sua vida e decidem por não exercer a maternidade, principalmente quando hoje a mulher é a encarregada dos cuidados dos filhos, numa sociedade onde ser uma boa mãe significa abdicação e dedicação total em prol dos filhos. Objetivamos neste estudo compreender o motivo pelo qual as mulheres que não tiveram filhos optaram de forma voluntaria pela não maternidade, focalizando na influencia que a representação de maternidade pode ter tido nessa escolha. Para tanto, foram entrevistadas 16 mulheres a partir dos 45 anos – idade em que as chances de se ter filhos é muito reduzida – através de entrevistas semiestruturadas, utilizando a analise de conteúdo como técnica de analise de dados. Concluímos que a representação sobre o ser mãe, alicerçou o comportamento de não ter filhos, estas mulheres apresentaram percepções muito sobrecarregadas a respeito da maternidade e dos cuidados maternos, enfatizando mais os seus pontos negativos e suas desvantagens, além disso não tinham desejo de ser mãe e de exercer funções maternas.
ABSTRACT: The childlessness is a growing phenomenon in our Western society, the woman are even more choosing to invest in other aspects of their lifes and are not choosing motherhood, especially when today the woman is in charge of the children’s care, in a society which being a good mother means full dedication. In this study we aimed to understand the reasons why woman are choosing a childless life, focusing on the possible influence of the maternal representation may have in this decision. To this end, 16 women from 45 years old were interviewed – age which the chances to have babys are very low - through a semi-structured questionnaire, using the content analysis as data analysis technique. We conclude that the maternal representation of motherhood has influence in the childless behavior, these women present overload perceptions about the maternity and maternal care, focusing in its disadvantages, besides they did not want to have children and the desire to execute maternal’s functions.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3985
Designação: Mestrado em Psicologia da Saúde
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
21947.pdf1,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.