Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3978
Título: Variações no desempenho individual explicadas pelo work engagement ou pelo compromisso organizacional?
Autor: Castro, Maria João Santana de
Orientador: Cesário, Francisco J. Santos
Palavras-chave: Compromisso organizacional
Work engagement
Desempenho auto-percecionado
Desempenho real
Organizational commitment
Perceived performance
Real performance
Data de Defesa: 2015
Resumo: A presente investigação pretende analisar a relação entre o compromisso organizacional e o work engagement com o desempenho dos colaboradores, seja ele auto-percecionado ou real, para posteriormente avaliar o carácter preditivo desta mesma relação. Assim, o objetivo deste estudo é o de verificar se o desempenho evidenciado pelos indivíduos é influenciado quer pelo compromisso organizacional quer pelo work engagement e, caso isso aconteça, qual das variáveis produz mais intensidade e mais força preditiva sobre o desempenho. Participaram neste estudo 274 participantes, colaboradores de diferentes organizações com diferentes funções de todo o território português. Os resultados levam-nos a concluir que os participantes apresentam maiores níveis de work engagement comparativamente com o compromisso organizacional, sendo o work engagement a variável com uma correlação mais forte face ao desempenho real dos colaboradores. Os dados estatísticos permitem ainda concluir que apenas o work engagement é considerado preditor do desempenho real dos trabalhadores, explicando 14% dessa mesma variação. Por último, importa referir no que diz respeito ao desempenho, estes apresentam valores médios elevados, ainda que superiores na escala de desempenho auto-percecionado face ao desempenho real, levando isto a crer que, no geral, os participantes têm desempenhos elevados, mas percecionam-no mais elevado que o que ele é na realidade.
ABSTRACT: The present investigation aims to provide empirical evidence about the relationship between organizational commitment and work engagement with perceived or real employee performance. Additionally, it has been tested the predictive nature of this relationship. The aim of this study is to verify if the performance showed by individuals is influenced by organizational commitment and work engagement and, if this happens, which is more intense and has more predictive strength on performance. The results were based on a sample of 274 individuals, working in different organizations across the country. Results indicated that individuals have higher levels of work engagement compared to the organizational commitment, and work engagement has a stronger correlation with real employee performance. The study also finds that only work engagement is considered predictor of real employee performance, explaining 14% of this variation. Finally, participants presented high average values of performance, but their perceived performance is higher comparing to the real one. So, individuals have high-performance, but perceive it higher than it really is.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3978
Designação: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Aparece nas colecções:PORG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
20063.pdf1,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.