Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3959
Título: O sentido do pai na pré-adolescência feminina
Autor: Matias, Daniela André Simão
Orientador: Vila Real, Ângela
Palavras-chave: Pré-adolescência
Processo pubertário
Individuação
Feminilidade
Relação filha-pai
Early adolescence
Puberty process
Individuation
Femininity
Daughter –father relationship
Data de Defesa: 2009
Resumo: A presente investigação qualitativa e exploratória tem a finalidade de caracterizar as percepções de meninas pré-adolescentes relativas ao pai e à relação com o pai, assim como a sua mudança. Estuda assim, o discurso descritivo de um grupo de catorze meninas de doze anos e um grupo de catorze meninas de treze anos, buscando uma comparação entre estes dois grupos. A partir destas percepções avalia como cada menina vivência, sente, conceptualiza e experimenta a relação com o pai. Foram realizadas vinte e oito entrevistas semi-directivas (individuais) que posteriormente foram tratadas por análise de conteúdo. Os resultados encontrados vão no sentido de confirmar a mudança relacional que se dá no período da pré-adolescência. Assim, verifica-se que nesta fase há o ressurgimento da problemática edipiana e um progressivo reconhecimento, dos doze para os treze anos, da mudança na relação com o pai. Constata-se ainda que aos treze anos as meninas apresentam uma maior individuação, pois apesar da relação nos dois grupos ser considerada, na sua maioria como positiva e afectiva, encontrou-se, nos doze anos, uma maior dificuldade em definir o pai e a sua relação com este. Aos treze anos, os limites são sentidos como mais restritivos associados a um maior desejo de autonomia, existindo assim, mais conflitos com o pai, bem como um maior desejo de mudança relacional comparativamente com os doze anos.
ABSTRACT: The present qualitative and exploratory investigation has the purpose of characterize pre-ten´s girls perceptions related to their father and the relation with him, as well as it´s changing. It studies the descriptive speech of a group of fourteen twelve´s year´s old girls and a group of fourteen thirteen´s year´s old girls, searching for a comparison between these two groups. From these perceptions it evaluates how each girl lives, feels, conceptualizes and experiments her daughter-father relation. Twenty eight semi-directives (individuals) interviews were made that later were used for containment analysis. The results found confirm the relational changing that happens in the early adolescence period. Being so we can verify that on this phasis it happens a reappearance of the oedipus complex and a progressive recognition, from age twelve to age thirteen of the relation towards the father changing. It is also clear that at age thirteen girls show a bigger individuation, although the relation on the two groups being considered in its majority as positive and affective, was also noticed on twelve´s girls, a major difficulty on defining the daughter-father relation. At age thirteen, the limits are felt as more restricted and associated to a bigger autonomy urge, existing then more conflicts with the father as well as a bigger urge of relational changing comparing to the twelve years old girls.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3959
Designação: Mestrado em Psicologia Aplicada
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18061.pdf219,76 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.