Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3956
Título: Depressão e patologia psicossomática
Autor: Domingues, Cláudio Ricardo da Silva
Orientador: Matos, António Coimbra de
Palavras-chave: Depressão falhada
Depressão essencial
Depressividade
Depressão à priori
Patologia psicossomática
Failed depression
Essential depression
Depressivity
Depression a priori
Psychossomatic disease
Data de Defesa: 2008
Resumo: Procurámos neste artigo investigar se uma doença psicossomática pode surgir no lugar de uma depressão, impossível de ser vivida e elaborada pelo indivíduo. De acordo com Coimbra de Matos e Pierre Marty na raiz da doença somática está uma depressão precoce, anterior aos seis meses de idade, sem objecto. Será esta mesma personalidade que nos períodos de crise irá fazer uma depressão falhada, uma depressão sem depressão psíquica mas com depressão biológica, sobretudo ao nível do aparelho imunitário. Sami-Ali considera que se existiu um recalcamento ele opera desde a primeira infância, tornou-se coextensivo ao sujeito, o que lhe permitiu adaptar-se socialmente, abstraindo-se daquilo que é enquanto subjectividade. A ausência da subjectividade dá lugar a uma depressão caracterial, ficando a somatização dependente de uma situação de impasse.
ABSTRACT: In this article we aimed to investigate whether a psychossomatic disorder can arise instead of a depression, unable to be experienced and performed by the idividual. According to Coimbra de Matos and Pierre Marty, underneath the somatic illness lies an early depression, that took place before the individual reached the 6 months old, without the object. This seems to be the same kind of personality that in crisis periods will develop a failed depression, a depression whithout psychic depression, with no mental representation, but with a biological expression, mainly through the immune system. Sami-Ali believes that if repression ocurred, it operates since early childhood, becoming commensurate to the subject, which enabled him to fit in socially, leaving its own subjectivity behind. The absence of subjectivity, leads to the formation of a caracterial depression, in which somatization is dependent on a state of deadlock.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3956
Designação: Mestrado em Psicologia Aplicada
Aparece nas colecções:PSOM - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15665.pdf349,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.