Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3935
Título: O rorschach posto à prova : A adição de estímulos auditivos.
Autor: Nunes, Fausto Rodrigues
Orientador: Delgado, Luís Manuel Romano
Palavras-chave: Rorschach
Música
Emoções
Conteúdo latente
Music
Emotions
Latent content
Data de Defesa: 2011
Resumo: O silêncio é uma das regras base da aplicação do teste de Rorschach. Isto permite que o sujeito se concentre somente no estímulo visual da mancha representada no cartão e que não haja distracções aquando do processo-resposta. Contudo, nós vivemos rodeados por música, desde o rádio, à televisão, ao assobiar e até ao toque dos nossos telemóveis e esta está intimamente ligada às emoções ou estados emocionais. O presente estudo pretende unir estes dois estímulos (visual e auditivo) numa forma diferente de aplicar o Rorschach. Tendo em conta o conteúdo latente de cada cartão (segundo Nina Rausch de Traubenberg), foi escolhida uma música para acompanhar cada um dos dez cartões. Para os cartões I, II, III e X escolheram-se músicas com solicitações simbólicas que intensificassem o conteúdo latente do cartão num rumo específico e no caso dos cartões IV, V, VI, VII, VIII e IX, escolheram-se músicas com solicitações simbólicas contrárias às dos cartões. O objectivo do estudo é verificar se a adição de estímulos auditivos musicais à aplicação do Rorschach tem alguma influência no processo-resposta dos examinandos. Para tal, procedeu-se à análise qualitativa das respostas dadas a quatro protocolos (dois do sexo masculino, dois do sexo feminino). Verificou-se que, de facto, a música influenciou as respostas dos sujeitos e tal como na aplicação normal do Rorschach, existiu uma grande componente intersubjectiva, havendo grandes diferenças interprotocolares.
ABSTRACT: Silence is one of the key rules for the application of the Rorschach test. This allows the subject to focus solely on the visual stimulus represented by the stain on the card and that no distractions happen during the response-process. However, we live surrounded by music, from the radio, television, whistling and even by our mobile phone’s ringtones, and music is closely linked to emotions or emotional states. This study aims to unite these two stimuli (visual and auditory) in a different way of applying the Rorschach. Having regard to the latent content of each card (according to Traubenberg Nina Rausch), a song was chosen to accompany each of the ten cards. For cards I, II, III and X songs with symbolic requests to intensify the latent content of the card in a specific direction were chosen and in the case of cards IV, V, VI, VII, VIII and IX, songs with symbolic requests contrary to the cards were chosen. The aim of the study is to verify if the addition of auditory stimuli to the application of musical Rorschach has some influence in the answers given by examinees. To this end, we proceeded to analyze qualitatively the responses to four protocols (two male, two female). It was found that, in fact, music influenced the subjects' answers and as in the normal application of the Rorschach, there was a large component of inter-subjectivity, and there are large differences between protocols.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3935
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13924.pdf895,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.