Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/39
Título: Sucesso no envelhecimento e histórias de vida em idosos sócio-culturalmente muito e pouco diferenciados
Autor: Amado, Nuno Maria Bleck da Silva
Orientador: Diniz, António Augusto Pinto Moreira
Data de Defesa: 2008
Resumo: As alterações demográficas das últimas décadas, bem como o espantoso aumento da esperança média de vida, levaram a que o grupo etário com maior crescimento seja, actualmente, o das pessoas com mais de 65 anos (Instituto Nacional de Estatística, 2007). É, pois, cada vez mais fundamental a compreensão dos processos envolvidos no envelhecimento, dos requisitos necessários para o seu sucesso e dos obstáculos que o impedem. Tendo em conta que os factores socio-económicos e culturais afectam a vivência do envelhecimento, pretendeu-se contrastar dois grupos sócio-culturalmente muito e pouco diferenciados, através da realização de dois estudos sobre o sucesso no envelhecimento. Para o primeiro estudo, de cariz quantitativo, recorreu-se a uma amostra de 194 adultos idosos voluntários com idades compreendidas entre os 65 e os 100 anos (M =76). Foram elaborados e testados dois modelos preditores do sucesso no envelhecimento. Estes modelos continham, como variáveis exógenas, a posição social, o género, e a pertença à terceira ou quarta-idade. Como variáveis endógenas, a sabedoria, os comportamentos de selecção, optimização e compensação (SOC), a força da fé e o bem-estar subjectivo (BES). No primeiro modelo proposto (A), o BES foi operacionalizado através do cálculo do bem-estar total, que integrava afectos positivos, afectos negativos e satisfação com a vida. No segundo modelo (B), o BES foi operacionalizado através de duas variáveis, os afectos negativos e o bem-estar positivo, integrando afectos positivos e satisfação com a vida. Através da modelação de equações estruturais (LISREL 8.53; Jöreskog & Sörbom, 2002), e após a validação factorial das provas que operacionalizaram as variáveis endógenas dos modelos, verificou-se que todos os preditores do bem-estar total eram estatisticamente significativos. Os homens, os sujeitos de posição social elevada, os que atravessavam a terceira-idade e os que demonstravam níveis elevados de comportamentos SOC, sabedoria e força da fé, mostraram maior bem-estar total. No modelo B, as mulheres, os sujeitos na quarta-idade, e os com pouca força da fé mostraram maiores níveis de afectos negativos, ao passo que os sujeitos de posição social elevada, com níveis elevados de sabedoria e comportamentos SOC mostraram maior bem-estar positivo. A presença de afectos negativos revelou-se associada a um menor bem-estar positivo. O segundo estudo, de carácter qualitativo, envolveu a realização de seis histórias de vida junto de participantes do primeiro estudo que haviam revelado níveis extremos de bem-estar total. Na análise das histórias de vida, além de se recorrer às categorias predefinidas propostas por McAdams (1993), e às associadas aos modelos de sucesso no envelhecimento, identificaram-se outras categorias, emergentes do discurso dos sujeitos. Estas análises realçaram a necessidade de atender à singularidade de cada adulto idoso, tendo-se verificado a imensa influência das relações sociais e do contexto cultural no desenvolvimento. Ao contrário dos sujeitos de baixo bem-estar total, que centravam o seu discurso em problemas de saúde, os de elevado bem-estar total pareciam ser capazes de atribuir significado e coerência à sua vida, inclusive face às dificuldades e à doença. A complementaridade dos dois níveis de análise utilizados, nomotético e ideográfico, mostrou-se fecunda para o estudo do sucesso no envelhecimento. Dos estudos realizados destaca-se a importância da posição social, género, pertença à terceira ou quarta-idade, força da fé, sabedoria, e, especialmente, dos comportamentos SOC, para a compreensão e a intervenção no sucesso no envelhecimento.
Descrição: Tese de Doutoramento em Psicologia do Desenvolvimento
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/39
Aparece nas colecções:PDES - Tese de doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TES AMAD1 - 18362.pdf2,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.