Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3897
Título: Relação entre as dimensões do flow disposicional e os afectos positivos e negativos em relação à prática de um instrumento musical, numa amostra de estudantes do ensino básico.
Autor: Santos, Andreia Alexandra Graça dos
Orientador: Carvalho, Cláudia Maria Constante Ferreira de
Palavras-chave: Flow
Afectos positivos e negativos
Música
Flow
Positive and negative affect
Music
Data de Defesa: 2011
Resumo: O presente estudo tem por base o estudo de Fritz e Avsec (2007), e pretende verificar se o flow, um estado psíquico de gratificação que o indivíduo alcança quando se sente em comunhão com o que está a fazer num dado momento, está associado a afectos positivos e negativos. 43 alunos da Escola Secundária de Palmela, em regime articulado com o Conservatório (15 rapazes e 28 raparigas), completaram a escala de afectos positivos e negativos (PANAS) e a escala de flow disposicional (DFS-2), esta última em dois momentos com um intervalo de 3 semanas. Os resultados confirmam que os afectos positivos se sobrepõem aos afectos negativos, sobressaindo as dimensões “Percepção de Desempenho” e “Sensação de Controlo”. “Concentração” é a dimensão de flow que mais afectos negativos, despoleta. Confirma-se também através da correlação das dimensões de flow nos dois momentos, tendo em conta os valores próximos de 1, que o flow é de facto disposicional. Concluiu-se assim que o flow está ligado a aspectos emocionais positivos e não se altera no tempo.
ABSTRACT: The present study is based on the Fritz and Avsec (2007), in which I’m interested to verify if flow, an optimal psychological state of gratitude that one can reach when in communion with what are doing at the time, is associated with positive and negative affects. 43 students from the High School of Palmela linked to the Conservatory (15male and 28 female) completed the Positive Affect Negative Affect Schedule (PANAS) and the Dispositional Flow Scale (DFS -2), this last in two distinct moments 3 weeks apart. Results confirm that positive affects are higher than negative affects, highlighting “Unambiguous Feedback” and “Sense of Control”. “Concentration” it’s the flow dimension that triggers more negative affects. I am also able to confirm by the correlation of flow in the two separate moments, considering the values close to 1, that flow is actually dispositional. Therefore I can conclude that flow is connected to positive emotional aspects and is constant in time.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3897
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13640.pdf591,09 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.