Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3865
Título: Nomes e sons das letras: O que mais facilita a sua mobilização nas escritas inventadas?
Autor: Nogueira, Joana Maia
Orientador: Silva, Ana Cristina
Palavras-chave: Nome e som das letras
Escritas inventadas
Fonetização
Name and sound of letters
Invented spellings
Phonetization
Data de Defesa: 2011
Resumo: O objectivo do presente estudo foi avaliar o efeito de factores intrínsecos ao conhecimento do nome e do som das letras, na qualidade das escritas inventadas de crianças, antes do ensino formal da leitura e escrita. Especificamente pretendeu-se estudar o carácter facilitador de palavras que continham o nome das letras e palavras que continham o som das letras, quer na sílaba inicial quer na sílaba final, para a mobilização dessas letras, nos processos precoces de fonetização. Foi também analisada a relação das fonetizações realizadas com o modo de articulação das letras, comparando letras com som fricativo e letras com som oclusivo. Foram seleccionadas 15 participantes de idades entre os 5-6 anos do jardim-de-infância, que pertenciam ao nível conceptual silábico sem fonetização . Às crianças, foi ditada uma lista de palavras que cumpriam com os requisitos considerados facilitadores. Verificou-se que nas produções escritas, houve em média mais letras correctamente mobilizadas em palavras cuja sílaba inicial correspondia ao nome das letras.
ABSTRACT: The aim of this study was to evaluate the effect of factors there are intrinsic to the knowledge of the name and sound of letters, at the quality of children's invented spellings, before the formal teaching of reading and writing. Specifically the aim was to study the nature facilitator of words containing the names of letters and words containing the sound of the letters, in the initial syllable and in the final syllable, for the mobilization of those letters in early phonetic processes. We also examined the relationship of writing phonetization performed with the point of articulation of the letters, comparing letters with fricative sounds and letters with occlusive sound. We selected 15 participants aged between 5-6 years of kindergarten, children who belonged to the conceptual level syllabic without phonetization. The task was dictated a list of words that met the requirements considered facilitators. It was found that the written productions, there were on average more letters correctly deployed in words whose initial syllable corresponded to the names of the letters
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3865
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
10733.pdf1,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.