Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3851
Título: Comportamentos sexuais de risco e preventivos masculinos : Resultados de uma amostra recolhida através da internet em Portugal
Outros títulos: Sexual risk and preventive behaviors of men : Results from a Portuguese online survey
Autor: Nodin, Nuno
Carballo-Diéguez, Alex
Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Homens
VIH
Prevenção
Orientação sexual
Portugal
Men
HIV
Prevention
Sexual orientation
Data: 2015
Editora: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo
Citação: Saúde e Sociedade, 24, 607-619. doi: 10.1590/S0104-12902015000200017
Resumo: Pretendeu-se com a pesquisa realizada estudar e comparar padrões de testagem em relação ao VIH; resultados do teste para o VIH; e comportamentos sexuais preventivos de homens homo, hetero e bissexuais. Os dados foram recolhidos através de um questionário on-line. A amostra foi constituída por 732 participantes com idade média de 32,2 anos, dos quais 53,7% identificaram-se como homossexual/gay; 27,4%, como heterossexual; e 18,3%, como bissexual, refletindo a divulgação privilegiada do estudo junto a organizações de lésbicas, gays, bissexuais e transgênero (LGBT). Nunca tinham realizado o teste para o VIH 26,6% dos participantes; 7,2% indicaram ser portadores do HIV. Homens gays apresentaram níveis significativamente mais elevados de testagem para o VIH e de soropositividade, quando comparados com os restantes. No geral, verificou-se ainda que homens gays indicaram ter mais comportamentos preventivos. Todos os grupos estudados apresentaram padrões comportamentais específicos e diferenciados em relação ao VIH. Conclui-se que são de grande importância intervenções comportamentais desenhadas à medida das necessidades dos diferentes grupos estudados, em particular junto aos homens heterossexuais e gays.
ABSTRACT: The purpose of this study was to analyse and compare gay, heterosexual and bisexual men’s HIV testing patterns, HIV test results, and sexual preventive behaviours. Data were collected through an online survey. The study’s sample included 732 participants who met the selection criteria. Average age of participants was 32.2 years; 53.7% self-identified as gay, 27.4% as heterosexual, and 18.3% as bisexual. This distribution reflects the fact that the study was mostly publicized using LGBT networks. A total of 26.6% had never tested for HIV; 7.2% said they were HIV-positive. Gay men had significantly higher levels of HIV testing as well as rates of HIV infection when compared with the other groups. Overall, gay men displayed a larger variety of prevention strategies. All the groups under study showed specific and differentiated behavioural profiles with regard to HIV. We conclude that more efficient and tailored campaigns need to be developed to address each group’s specific HIV prevention needs, in particular heterosexual and gay men’s.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3851
DOI: 10.1590/S0104-12902015000200017
ISSN: 0104-1290
Aparece nas colecções:WJCR - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
SS_24_607-619.pdf239,64 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.