Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3783
Título: Preferências musicais na adolescência: Relações grupais, identidade social e auto-estima
Autor: Pessoa, Mariana Amaral
Orientador: Amaral, Virgílio Ribeiro
Palavras-chave: Preferências musicais
Adolescentes
Identificação social
Relações grupais
Auto-estima
Musical preferences
Adolescents
Social identification
Group relations
Self-esteem
Data de Defesa: 2008
Resumo: O objectivo deste estudo é perceber qual a relação das preferências musicais dos adolescentes com dimensões individuais, como a auto-estima individual e colectiva, e grupais, como as relações de favorecimento e discriminação entre grupos, bem como a sua influência no nível de identificação q os adolescentes apresentam nas suas relações entre pares. Neste sentido adoptou-se como base de investigação a Teoria de Identificação Social de Tajfel (1982) e os estudos realizados por North e Hargreaves (1999) e Tarrant, North e Hargreaves (2001). A amostra total inquirida foi de 340 adolescentes com média de idades de 15,8 (SD = 1,23). Foram utilizadas cinco escalas no sentido de verificar o favorecimento e desfavorecimento que os jovens efectuaram do seu ingroup e outgroup musical, qual a relação destes com o nível de identificação grupal e, por último, a relação com o nível de auto-estima. Os resultados permitiram confirmar a hipótese presente na literatura de que as preferências musicais influenciam o favorecimento do ingroup nos atributos de carácter positivo e o desfavorecimento do outgroup nos atributos de carácter negativo. Relativamente à identificação grupal verificou-se que nos grupos com forte nível identitário o nível de discriminações diminuiu. Ao contrário dos resultados obtidos em estudos anteriores, a auto-estima não se revelou mais elevada apesar da aproximação ao protótipo de ingroup musical.
ABSTRACT: The purpose of this study is to understand the relation between adolescents’ musical preferences and individual dimension, as individual and collective self-esteem, and group dimensions such as the relations of preference and discrimination among groups. Furthermore, we tried to understand the influence of musical preferences in the levels of identification with their peers. The guidelines for this study came from previous research done by North and Hargreaves (1999), Tarrant, North and Hargreaves (2001), and Social Identification Theory (Tajfel, 1982) was used as framework. 340 adolescents (aged 15,8, SD=1,23) responded to five scales in order to investigate favoring and discrimination of musical ingroup and outgroup, their relation to the level of group identification, and, finally, with the level of collective and individual self-esteem. Results indicated, as in previous studies, that musical preferences influence the favoring of the ingroup in positive attributes and outgroup discrimination in negative aspects. Concerning the level of group identification, results showed that strong identification group levels was not accompanied by decreases in outgroup discriminations. Opposing results presented by previous research, the self-esteem was not higher in spite of the closeness with ingroup musical prototype.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3783
Designação: Mestrado em Psicologia Educacional
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15170.pdf659,48 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.