Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3779
Título: Personalidade, saúde e bem-estar subjectivo em trabalhadores por turnos
Autor: Spencer, Carlos
Orientador: Ribeiro, José Luís Pais
Palavras-chave: Trabalho por turnos
Personalidade
Saúde
Bem-estar subjectivo
Shift work
Personality
Health
Subjective well-being
Data de Defesa: 2008
Resumo: O presente trabalho procura investigar de que forma os traços de Personalidade, interagem com a Concepção e Comportamentos de Saúde de vigilantes a trabalhar por turnos e, relação entre estes conceitos e o Bem-Estar Subjectivo dos sujeitos entrevistados. No sentido de estudar os domínios atrás referidos, foi escolhida uma empresa no sector da Segurança Privada, na área da grande Lisboa, onde a organização dos seus tempos de trabalho envolve horários de trabalho de diversa periodicidade, desde os turnos fixos aos turnos rotativos. Participaram no estudo 132 vigilantes, todos do sexo masculino e a trabalhar em regime de turnos rotativos. Recorreu-se à utilização do Inventário de Personalidade de Eysenck, da Escala de Concepção de Saúde de Laffrey, do Questionário de Atitudes e Comportamentos de Saúde e da Escala de Bem-Estar Pessoal. Para dar corpo a este estudo foram colocadas 14 questões de investigação. O Neuroticismo pode ser um antecedente, mas também, uma consequência de uma pobre tolerância ao trabalho por turnos, daí advindo que o trabalho em horários pouco convencionais pode induzir também modificações de Personalidade. Em empresas que adoptam políticas de elevada rotatividade, os sobreviventes das demissões certamente representarão uma parcela de pessoas que está longe de ser considerada um padrão. Estes factos podem reforçar os efeitos do trabalhador sadio.
ABSTRACT: This paper aims to investigate how Personality, interacts with the Conception and Behavior of Health of Security Guards who work in shifts, and the relationship between these concepts and Subjective Well-Being of the subjects interviewed. In order to study the areas above mentioned, a company was chosen in the private security sector, in the greater Lisbon area, where the organization of their working time involves work schedules of different frequency. In this study participated 132 Security Guards, all male and working on rotating shifts. This study used the Eysenck Personality Inventory, the Laffrey Health Conception Scale, the Inquiry of Attitudes and Behaviors of Health and the Well-Being Personal Scale. To give substance to this study 14 investigation questions were created. The Neuroticism may be a precedent, but also a consequence of poor tolerance to shift work, so that the work that comes in unconventional schedules can also induce changes in personality. In companies that adopt policies of high turnover, the survivors of layoffs certainly are a part of the people that are far from being considered a standard. These facts can enhance the effects of the healthy worker.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto Superior de Psicologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3779
Designação: Mestrado em Psicologia da Saúde
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14727.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.