Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3766
Título: Processos de mudança em psicoterapia : O funcionamento defensivo do paciente e a adesão do terapeuta a diferentes modelos teóricos
Autor: Trindade, Carolina
Orientador: Pires, António Augusto Pazo
Palavras-chave: Psychotherapy Process Q-set
Processo
Mudança
Mecanismos de defesa
Change
Process
Defense mechanisms
Protótipos
Prototypes
Data de Defesa: 2014
Resumo: Dada a complexidade dos fenómenos envolvidos no processo psicoterapêutico, vários autores tentam criar instrumentos viáveis para o seu estudo. O Psychotherapy Process Q-set (PQS) é um instrumento que permite analisar múltiplos aspectos do processo psicoterapêutico independentemente do modelo teórico do avaliador, capaz de combater vários desafios neste campo, sendo por isso amplamente utilizado na investigação empírica de processos psicoterapêuticos. Devido à ausência de estudos empíricos com este instrumento no estudo das mudanças do funcionamento defensivo, este estudo pretende fazer uma breve revisão da utilização empírica do PQS e dos mecanismos de defesa na investigação de processos de mudança em psicoterapia. Realizaram-se pesquisas sistemáticas na EBSCO, através das bases de dados: PsycInfo, PsycARTICLES, PEP, Psychology and Behavioral Sciences Collection, Academic Search Complete, Wiley Online Library e Ovid pelos termos Psychotherapy Process Q-set ; Process; Change; Defense Mechanism e foi feita uma pesquisa adicional a partir bibliografia de artigos recolhidos. Foram selecionados 47 estudos empíricos que utilizaram o PQS no estudo do processo terapêutico, não tendo sido encontrada bibliografia relevante acerca do uso do PQS para o estudo dos mecanismos de defesa. O PQS tem vindo a ser eficazmente utilizado no estudo dos processos contudo, não há ainda um número de estudos relevante com este instrumento relativamente à compreensão da mudança do funcionamento defensivo do sujeito.
ABSTRACT: PQS has been being used effectively in process studies however, there is yet no relevant number of studies using this instrument when dealing with the comprehension of the “Change in defensive functioning”. Given the complexity of the given phenomenon involved in the psycotherapeutical process, many authors created viable instruments for their studies. The Psychotherapy Process Q-set (PQS) is an instrument which allows the analysis of multiple aspects of the psychotherapeutical process independently from the valuer’s theoretical model, capable of overcoming many challenges in this field, therefore being largely used on empirical investigation of psychotherapeutical processes. Due to the lack of empirical studies using this instrument regarding the “Change in defensive functioning” subject, this study aims to create a brief revision of empirical utilization of PQS and defense mechanisms of change processes research in psychotherapy. Thorough searches were conducted on EBSCO, through databases:PsycInfo, PsycARTICLES, PEP, Psychology and Behavioral Sciences Collection, Academic Search Complete, Wiley Online Library and Ovid for the terms Psychotherapy Process Q-set ; Process; Change; Defense Mechanism and an additional research was made from bibliography of collected articles. Fifty empirical studies that used PQS in psychotherapeutical process studying were selected. No relevant bibliography about PQS usage for defense mechanisms studies has been found.
RESUMO: Estudos têm demonstrado que, em qualquer orientação teórica, os tratamentos raramente são teoricamente puros e que a integração de diferentes modelos teóricos tem contribuído para a eficácia do tratamento. Esta investigação tem como objectivo estudar a relação entre a adesão do terapeuta aos diferentes protótipos (CBT, PDT e CMT) e o perfil de mudança dos níveis defensivos do paciente. O Psychotherapy Process Q-Set (PQS) e o Defense Mechanism Rating Scales (DMRS) foram usados na análise de duas pacientes em psicoterapia psicodinâmica no início, aos 6, 12 18, e 24 meses. Os resultados revelaram maior adesão ao protótipo PDT ao longo de toda a terapia na paciente 1 e enquanto os resultados para a paciente 2 mostram uma maior aderência ao protótipo CBT e maior integração entre os vários protótipos. A paciente 1 manifestou um ODF mais baixo e uma descida do mesmo aos 12 meses. A paciente 2 apresenta um ODF ligeiramente mais alto e recurso a defesas maduras. Foi possível compreender que a adesão a diferentes modelos teóricos por parte do terapeuta se relaciona com as mudanças ao nível defensivo do paciente, no entanto não foi possível estabelecer uma direcção causal entre as duas variáveis.
ABSTRACT: Several studies have demonstrated that in any theoretical orientation, treatments are technically pure and the integration of different theoretical models have contributed to the treatment’s efficiency. This investigation aims to study the relationship between the therapist's usage of different prototypes (CBT, PDT, CMT) and the patient’s defence functioning changes profile. Both Psychotherapy Process Q-Set (PQS) and Defense Mechanism Rating Scales (DMRS) were used during the analysis of two patients in psichodynamic psichotherapy at ages 6,12,18 and 24 months old. Results showed a bigger embracement to the PDT prototype during the full therapy of patient 1 whereas the results of patient 2 indicated a bigger adoption to the CBT prototype and larger integration among various prototypes. Patient 2 shows a higher ODF and resort to mature defences. It was noticeable that the therapist’s adherence to diverse theoretical models relates to the patient’s changes in defensive functioning, however it wasn’t possible to establish the direction of causality between the two.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3766
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
19229.pdf5,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.