Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3651
Título: Psicoterapia existencial : Um estudo das práticas terapêuticas observadas em terapia
Autor: Fernandes, Tiago Miguel Dos Santos
Orientador: Sousa, Daniel Cunha Monteiro de
Palavras-chave: Psicoterapia existencial
Práticas psicoterapêuticas
Investigação em psicoterapia
Existential psychotherapy
Psychotherapeutic practices
Psychotherapy investigation
Data de Defesa: 2014
Resumo: Problema: O estudo das práticas terapêuticas, em psicoterapia existencial, permanece com escassa investigação que possa caracterizar e identificar quais são as práticas usadas em terapia, existindo apenas até hoje essencialmente três estudos: Os estudos de Norcross (1987) e Correia et al. (2014) que se definem por investigações das representações dos terapeutas e por outro lado o estudo de Alegria et al. (2014) que procurou respostas através da observação das sessões terapêuticas. Objectivo: O presente estudo, exploratório, pretende identificar quais são as práticas que efectivamente se verificam em psicoterapia existencial. Método: Ao longo de 32 sessões foram analisadas quais as práticas que se evidenciaram através de uma grelha de observação (OGETP) desenvolvida para o efeito. Resultados: Os resultados sugerem que as práticas mais utilizadas pelos terapeutas existenciais são as Práticas Relacionais, seguidas das Práticas Hermenêuticas e, por último, por Outras Práticas. As Práticas associadas a Especificas Escolas Existenciais não tiveram qualquer evidência ao longo do estudo.
ABSTRACT------Problem: The therapeutic practices study, in existential psycotherapy, stills with lack of investigation that can characterize and identify the therapeutic practices used by existential therapist, existing only until today three essencial studies: the Norcross (1987) and Correia et al. (2014) studies, both defined by investigations of therapists representations, and on the other side the study of Alegria et al. (2014) who tried to find answers by observating therapeutic sessions. Objectives: The present study, exploratory, aims to identify which are practices that fact occur in existential psychotherapy. Method: Along 32 sessions were analyzed which practices were revealed through the A Observation Grid (OGETP) developed for this purpose. Results: The results suggests that existential therapists use more of Relational Practices, followed by Hermeneutic Practices, and finally Other Practices. Methods associated with specific existential schools didn’t get any evidence along the study.
Descrição: Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3651
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18833.pdfDocumento principal919,64 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.