Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3649
Título: Atitudes face a droga de toxicodependentes : medidas implícitas e explícitas e regulação emocional
Autor: Chora, Sara Helena Jourdain De Lemos
Orientador: Garcia-Marques, Teresa
Palavras-chave: Toxicodependência
Processamento dualista
Atitudes implícitas e explícitas
SC-IAT
Regulação emocional
Substance-abuse
Dual-Process theories
Implicit and explicit attitudes
SCIAT
Emotion regulation
Data de Defesa: 2014
Resumo: O presente estudo tem por base as teorias de processamento dualista que postulam dissociações de processamento consciente e inconsciente, aplicadas à problemática das adições. A dependência de substâncias é estudada a partir de uma nova perspetiva, englobando também os processos cognitivos não racionais e inconscientes envolvidos na adição. (Wiers & Stacy, 2006). Isto pode ajudar a compreender o paradoxo central na adição que é o facto do adicto continuar a consumir drogas, apesar de ter consciência das desvantagens que este comportamento lhe traz e de racionalmente aperceber-se que não existem vantagens no seu consumo. Distinguem-se assim cognições implícitas e explícitas que traduzem os dois modos de processamento dos modelos dualistas (Strack & Deutsch, 2004). O presente estudo avaliou, numa amostra de toxicodependentes em recuperação, atitudes implícitas (através de teste de associação implícita – SC-IAT) e atitudes explícitas face a diversos objetos atitudinais como a droga, esperando verificar uma preferência por este objeto relativamente a uma medida de controlo, e que as duas medidas se encontrassem dissociadas, dado a literatura que teoriza tratarem-se de constructos distintos (Banaji, 2004). Ambas as hipóteses se verificaram. Inovador no estudo foi a avaliação da capacidade de regulação emocional através do Questionário de Regulação Emocional de John & Gross (2003), tendo em conta as dificuldades de regulação emocional desta população, e o uso de estratégias menos adaptativas como a supressão emocional. Não foi encontrado o efeito de moderação pretendido, mas a estratégia de supressão emocional encontra-se correlacionada com o tempo que os sujeitos demoram a associar droga a um atributo negativo, indo ao encontro do objetivo do estudo. São discutidas as implicações do estudo para a intervenção junto desta população.
ABSTRACT------This study is based on the dual processing theories that postulate dissociation of conscious and unconscious processing, applied to the addiction field. Substance dependence is studied from a new perspective, also encompassing the non-rational and unconscious cognitive processes involved in addiction. (Wiers & Stacy, 2006). This can help understand the central paradox in addition that the addict continues to use drugs despite being aware of the disadvantages that this behavior brings and rationally realize that there are no advantages in their consumption. Studies in this field focus on implicit and explicit cognitions that translate the two processing modes of dual models (Strack & Deutsch, 2004). This study assessed a sample of recovering drug addicts, in there implicit attitudes (via implicit association test - SC-IAT) and explicit attitudes face to four attitudinal objects such as drugs, hoping to find a preference for this object comparing to a measure of control. We hypothesize that the two measures would dissociate, given the literature that considers them separate constructs (Banaji, 2004). Both hypotheses were verified. Innovative in the study was the assessment of emotion regulation capacity by the Emotion Regulation Questionnaire John & Gross (2003), taking into account the difficulties of emotional regulation of this population, and the use of less adaptive strategies such as emotional suppression. The desired effect of moderation wasn´t found, but emotional suppression strategy is correlated with the time that the subjects take to associate the drug with a negative attribute, meeting the objective of the study. The study's implications for intervention with this population are discussed.
Descrição: Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Superior
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3649
Designação: Mestrado em Psicocriminologia
Aparece nas colecções:PLEG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18820.pdfDocumento principal1,97 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.