Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3613
Título: Contacto intergeracional e bem-estar psicológico dos avós
Autor: Caldeira, Sara Cláudia Pombo
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Níveis de stress
Ansiedade e depressão
Relação avô-neto
Levels of stress
Anxiety and depression
Grandfather-grandchildren relationship
Data de Defesa: 2010
Resumo: O presente estudo tem como objectivo averiguar se a presença de níveis de stress, ansiedade e depressão nos avós está relacionada com variáveis como, o número de horas passadas com os netos, percepção da companhia dos netos, percepção da relação avô-neto, o papel de avô, percepção do papel dos filhos na relação avô-neto e com variáveis sócio-demográficas. A amostra é não probabilística de conveniência, constituída por 234 avós residentes em Portugal, 165 do sexo feminino e 69 do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 39 e os 90 anos de idade. Utilizou-se como instrumentos, um questionário sócio-demografico, um questionário com 8 questões desenvolvido para o estudo que visava avaliar a relação avô-neto e a Escala de Ansiedade Depressão e Stress (EADS – 21). Tratando-se de um estudo observacional-descritivo correlacional, os resultados foram analisados utilizando o teste estatístico ANOVA (ONE – WAY). Averiguamos que existem diferenças estatisticamente significativas para a amostra, no que diz respeito à companhia e relação com os netos, ao papel de avô, à percepção dos avós sobre os filhos como facilitadores da relação avô-neto, às habilitações literárias e doenças crónicas. Obtendo-se uma correlação positiva de intensidade fraca entre os níveis de stress, ansiedade e depressão dos avós e o número de filhos. Como tal, parece que o número de horas passadas com os netos, o sexo, o estado civil e a profissão dos avós, parecem não influenciar o seu bem-estar psicológico.
ABSTRACT: The present study aims at the stress levels, anxiety and depression in grandparents and relates it with variables such, as number of hours spent with grandchildren, percepcion of the relation between grandparents and grandchildren, the role of the grandparents, percepcion of the role of children in the relationship between grandparents and grandchildren, with socio-demographic variables. It`s a non probabilistic sample by convenience, composed by 234 grandparents residing in Portugal, 165 females gender and 69 male gender, with ages raging from 39 to 90 years old. As instruments we used, a socio-demographic, a questionnair with 8 questions preveasly developed to acess the relationship between grandparents and grandchildren, and the Depression Anxiety and Stress Scale (DASS-21). Since this is na observational and descriptive correlational, the results were analyzed using ANOVA (one-way). We concluded that there are significant differences in the sample concerning the relationship with their grandchildren, the role of grandparents, the perception of grandparents about the role of there children as facilitators of the relationship between grandparents and grandchildren, in cronical illness and qualifications. We obtened a positive correlation of week intensity between stress levels, anxiety and depression in grandparents and the number of children. It seams that the number of hours spent with their grandchildren, gender, marital status and profession doesnt influence in the psychological well-fair of the grandparents
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3613
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14006.pdf714,7 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.