Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3609
Título: Modelos internos dinâmicos e competência social da criança no pré-escolar
Autor: Antunes, Marta Justino Ferrúcio
Palavras-chave: Modelos internos dinâmicos
Competência social
Pré-escolar
Internal working models
Social competence
Preschool children
Data de Defesa: 2010
Resumo: O presente estudo tem como objectivo analisar a relação concorrente entre as representações internas da relação de vinculação e a competência social em crianças do pré-escolar, aos 5 anos. Aplicou-se, às 102 crianças participantes, a Attachment Story Completion Task, a fim de se avaliar os Modelos Internos Dinâmicos de vinculação e um conjunto de indicadores da competência social que compreendem a avaliação deste constructo de acordo com o Modelo Hierárquico. Utilizou-se, ainda, a edição revista da Wechsler Preschool and Primary Scale of Intelligence para controlar os efeitos da capacidade linguística na produção das narrativas. Verificou-se a existência de uma correlação positiva e significativa entre as representações da vinculação e as medidas sociométricas da competência social, que definem o domínio da aceitação social. Estes resultados sugerem que crianças com uma representação segura das relações de vinculação são mais activas socialmente, apresentando uma maior iniciativa na interacção com os seus pares o que, por sua vez, contribui para a sua aceitação social.
ABSTRACT: The present study attempts to analyze the concurrent relation between internal representations of attachment and social competence in preschool children, at 5 years old. It was applied to a sample of 102 children the Attachment Story Completion Task, to evaluate the Internal Working Models of attachment, and a set of social competence indicators that comprehend the evaluation of this construct according to the Hierarchical Model. It was also used the revised edition of the Wechsler Preschool and Primary Scale of Intelligence to monitor the effects of language ability in the production of narratives. A positive and significant correlation was found between the attachment representations and the sociometric measures of social competence that define the social acceptance domain. These results suggest that children with a secure representation of the attachment relationships are socially more active, initiating peers’ interaction which, in turn, contributes to their social acceptance.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3609
Designação: Mestrado em Psicologia Aplicada
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13253.pdf453,55 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.