Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3603
Título: Envolvimento parental e emoções
Autor: Espinho, Rita de Almeida Fonseca Ferraz
Orientador: Mata, Maria de Lourdes Estorninho Neves
Palavras-chave: Envolvimento parental
Emoções
Desempenho académico
Nível sociocultural
Género
Parental involvement
Emotions
Academic achievement
Sociocultural level
Gender
Data de Defesa: 2014
Resumo: Este estudo teve como objectivo compreender a relação entre o envolvimento parental e as emoções sentidas durante esse envolvimento, bem como as influências que o desempenho académico, o nível sociocultural dos pais e o género dos filhos têm nestas duas grandes dimensões, do ponto de vista dos pais e dos filhos. Participaram neste estudo 207 alunos do 3º ciclo, com uma média de idades de 13 anos, em que 49,3% eram raparigas e 50,7% rapazes e 74% destes adolescentes não tinham reprovado duma escola pública em Beja. Participaram também 140 pais destes alunos que tinham uma média de idades de 44 anos e a maioria possuía o nível secundário. Foram utilizadas duas escalas (Práticas parentais e Emoções) das escalas “Os meus pais e a minha escolaridade” e “Os pais e a minha escolaridade” desenvolvidas no âmbito do projecto de Envolvimento Parental da UIPCDE. Os resultados obtidos sugerem que o desempenho académico dos filhos e o nível sociocultural dos pais está associado tanto ao envolvimento parental como às emoções sentidas durante o envolvimento, tanto por parte dos filhos como dos pais. Relativamente ao género as diferenças não foram significativas. Tanto os filhos como os pais sentem mais emoções positivas (prazer) durante o envolvimento. Os pais percepcionam mais frequência nas práticas desenvolvidas do que os filhos. Para ambos a Prática Comunicação/Diálogo é a referida como a mais frequente. Existe correlação entre as práticas parentais representadas pelos pais e as percepcionadas pelos filhos. Relativamente às emoções sentidas por ambos durante o envolvimento: o prazer e o aborrecimento/zanga de ambos estão correlacionados positivamente, o prazer dos filhos esta negativamente correlacionado com a vergonha dos pais; o prazer dos pais está negativamente correlacionado com o desânimo dos filhos e a vergonha dos pais está correlacionada negativamente com o aborrecimento dos pais.
ABSTRACT: The aim of this study is to understand the relation between parental involvement and the emotions felt during that involvement, as well as the influences that academic performance, parents’ socio-cultural level and their children’s gender have in these two big dimensions, from parents’ and children’s point of view. In this study took part 207 students from 3rd cycle of schooling, mean age 13, in which 49,3% were girls and 50,7% were boys, and 74% of these teenagers have never failed in a Public School in Beja. In the study have also participated 140 parents of these students, mean age 44 and the majority of them with secondary education. Two scales were used (Parental practices and Emotions), from the questionnaires “My parents and my Education” and “Parents and my Education”, developed in the field of the project of Parental Involvement from the UIPCDE. Results suggest that the children’s academic performance and the sociocultural level of parents are associated to parental involvement, by both children and parents. In what gender is concerned, there were no significant differences. Both children and parents feel more positive emotions (pleasure) during the involvement. Parents perform more parental practices than the ones perceived by their children. The practice Communication/Dialogue was the one that occurred more frequently. There is an interconnection between parental practices performed by parents and those perceived by children. In what emotions felt by both during involvement are concerned, both pleasure and boredom/anger are positively interrelated, children pleasure is negatively related to the parents’ shame, parents’ pleasure e negatively interrelated to the childen’s discouragement and the parents’ shame is negatively interrelated to the parents’ boredom/anger.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3603
Designação: Mestrado em Psicologia Educacional
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13965.pdf4,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.