Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3573
Título: Qualidade da relação familiar e crianças com perturbações de comportamento – estudo de caso
Autor: Correia, Carla de Almeida
Orientador: Aguiar, Cecília
Palavras-chave: Criança
Perturbações de comportamento
Relação interparental
Relação parental
Relações familiares
Data de Defesa: 2008
Resumo: O estudo de caso centra-se numa criança de 5 anos, do sexo masculino, que começou por se destacar das outras crianças do jardim-de-infância por apresentar comportamentos desadequados, cada vez mais frequentes e mais intensos a nível de auto-agressão e hetero-agressividade. A criança pertence a uma família em que os pais estão separados, o pai está ausente, vendo a criança sensivelmente uma vez por ano. Esta criança tem vindo a crescer num ambiente de agressividade e conflitos interparentais em que a maioria das figuras familiares tem para com ela uma relação de hostilidade, agressividade e desinteresse. Atitudes de afecto, de protecção e preocupação são muito raras e substituídas por comportamentos anti-sociais, bem como por respostas desadequadas dadas pela própria família às suas necessidades. A análise das características familiares, dos comportamentos da criança, do tipo de relações estabelecidas com a criança, de como esta se vê e se sente no seio da sua família, desenvolvendo comportamentos anti-sociais como forma de exteriorizar sentimentos de raiva e angústia, levou à conclusão de uma ligação possível entre a qualidade da relação familiar e o desenvolvimento de perturbações de comportamento na infância
ABSTRACT------This case study centers itself on a 5-year-old boy, that begun to differentiate himself from the rest of the children in the preschool by demonstrating a increasing number of inappropriate behavior, with recurring episodes of self- and hetero-aggression. The child comes from a separated family, with a absent father, who only sees the child once a year. This child has been raised on an aggressive environment, and has witnessed parental conflicts. Most family members developed a hostile relationship with the child, expressing random aggressiveness and lack of care. Tenderness displays, protection and caring are extremely rare in the family and are replaced by anti-social behaviors, and inappropriate responses to the child needs. The analysis of the family’s characteristics, the child behavior, the type of relations developed with the child, the way he sees himself and feels as a part of the family, developing antisocial behaviors, how he shows and manages his feelings of anger and anxiety, led us to a conclusion, that there is a possible connection between the quality of the family connections, and the development of behavior problems during childhood.
Descrição: Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Superior
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3573
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
11488.pdfDocumento principal635,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.