Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3425
Título: Medir a empatia : Adaptação portuguesa do Índice de Reactividade Interpessoal
Autor: Limpo, Teresa
Alves, Rui A.
Castro, São Luís
Palavras-chave: Adaptação portuguesa
Empatia
Índice de Reactividade Interpessoal
Empathy
Interpersonal Reactivity Index
Portuguese adaptation
Data: 2010
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Laboratório de Psicologia, 8, 171-184
Resumo: Uma das escalas mais utilizadas para medir a empatia é o Índice de Reactividade Interpessoal de Davis (Interpersonal Reactivity Index, IRI; Davis, 1980, 1983). Este índice assenta numa concepção multidimensional de empatia e baseia-se em quatro sub-escalas: tomada de perspectiva, preocupação empática, desconforto pessoal e fantasia. Apresentamos aqui uma versão portuguesa do IRI que foi testada com 478 estudantes universitários. Uma análise confirmatória com metade da amostra revelou um ajustamento fraco da estrutura factorial original aos dados portugueses. Para melhorar a validade factorial do IRI foram eliminados quatro itens. A nova composição da escala, testada na outra metade da amostra, revelou um bom ajustamento. O IRI português apresentou uma boa consistência interna e replicou o padrão de correlações entre sub-escalas verificado tanto na escala original como nas suas adaptações a outras línguas.
ABSTRACT: One of the most widely used measures of empathy is the Interpersonal Reactivity Index (IRI; Davis, 1980, 1983). This index is based on a multidimensional view of empathy and comprises four sub-scales: perspective taking, empathic concern, personal distress and fantasy. Here we present a Portuguese version of IRI which was tested with 478 university students. A confirmatory factor analysis was run on half of the sample, the results of which showed a weak adjustment of the original factorial structure to the Portuguese data. In order to enhance the factorial validity of IRI four items were eliminated from the scale, and a new confirmatory analysis was calculated on the other half of the sample. This revealed a good adjustment of the data to the expected factorial structure. Further analyses showed that this version of the scale (the Portuguese IRI) has good internal reliability, and that the correlations between sub-scales replicate the pattern found with the original scale as well as with adapted versions to other languages.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3425
ISSN: 1646-6004
Aparece nas colecções:MTI - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LP_8_171-184.pdf94,23 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.